Jovem de 23 anos é assassinado com tiros no pescoço na RMC

0
114



O tenente Rodrigues, do 17º Batalhão da Polícia Militar, conta que após ser baleado, o jovem teria saído da casa para a rua e caído morto no chão. “Na casa de amigos, ele foi surpreendido por outros dois indivíduos que efetuaram disparos na região do pescoço. Após isso, ele teria saído da residência, se deslocado até a rua e caído no chão, onde foi constatada sua morte”, disse o tenente.

A tia da vítima afirma que o sobrinho foi visto discutindo com os suspeitos na rua e que ele seria “esquentado”. “Segundo contam, ele estava discutindo aqui na rua e eles falaram que iam atirar nele, quando ele disse para eles atirarem e foi o que fizeram. Meu sobrinho gostava de ficar em bar, era um pouco esquentado, gostava de uma confusão, mas nunca ao ponto de brigar assim”, relatou a tia.

Ainda não se sabe quem atirou e o que teria motivado o crime. Koziel trabalhava em uma rede de supermercados e não tinha passagens pela polícia.

A Polícia Civil investigará o caso.