quarta-feira 28 julho 2021 07:27:29
Início Na Mira da Lei Motocicleta usada em feminicídio de Ana Paula Campestrini é encontrada enterrada na...

Motocicleta usada em feminicídio de Ana Paula Campestrini é encontrada enterrada na RMC; vídeo

0
12


A motocicleta utilizada no feminicídio de Ana Paula Campestrini, no dia 22 de junho deste 2021, foi encontrada enterrada em uma zona rural de São José dos Pinhais, região Metropolitana de Curitiba (RMC). A Polícia Cívil informou na manhã desta segunda-feira (20) que chegou ao veículo após denúncias anônimas e que ela foi localizada na noite de quinta-feira (15).

Motocicleta estava enterrada em zona rural. Foto:PCPR

“Essa moto foi totalmente despedaçada, o chassi dela foi suprimida. Mas eles esqueceram de retirar a placa de identificação feita pelo fabricante em qual consta exatamente o mesmo chassi da motocicleta. Então temos certeza de que se trata do mesmo veículo”, explicou a delegada Tathiana Guzella, da Delegacia Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A delegada acredita que os suspeitos contrataram uma terceira para dar um “sumiço” na motocicleta, que serviria como prova do crime.

“Após os disparos, o atirador vai para sua casa, guarda essa motocicleta, mas na sequência ele teria entregue para essa outra pessoa desmontar essa moto e enterrá-la. Era a peça que faltava nessa investigação”, disse a delegada.

O suspeito dos disparos é Marco Antonio Ramon, amigo do ex-marido de Ana, Wagner Cardeal Oganauskas, que seria o mandante do crime. Ambos estão presos em Curitiba.

O Crime

Na ocasião do crime, a vítima foi induzida a ir até um clube recreativo fazer a carteirinha para ter acesso aos treinos dos filhos na unidade. Depois que saiu foi perseguida pelo atirador até a entrada do condomínio onde morava.

Chegando na residência, foi abordada pelo homem que a perseguiu em uma motocicleta. Quando Ana Paula abaixou o vidro do carro, o suspeito atirou aproximadamente 14 vezes contra ela.

Leia mais sobre o caso Ana Paula

Vídeo mostra momento em motocicleta é desenterrada





Fonte: Banda B