Homem é preso com 60 kg de maconha e carro roubado é recuperado em Curitiba

0
46


Um homem, de 31 anos, monitorado por uma tornozeleira eletrônica, foi preso com 60 kg de maconha e um carro roubado após uma denúncia levar a polícia até a casa dele na noite desta segunda-feira (14), no Uberaba, em Curitiba.

Uma equipe da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial) patrulhava a região quando foi abordada por um morador que fez uma denúncia. “Ele disse que um rapaz chamado Thiago estaria morando em uma rua ali do bairro e que estaria com um veículo que ele acreditava ser roubado, e que estaria envolvido com o tráfico de drogas”, afirmou o soldado Prado, da Rone.

A polícia foi até o endereço apontado e viu um Nissan Kicks estacionado em frente a uma casa fechada. Os policiais desembarcaram da viatura e, enquanto analisavam placas e chassi, perceberam que um homem da casa ao lado teria saído no portão. “Quando ele percebeu que era a polícia tentou retornar para dentro da casa”, explicou Prado à Banda B.

O rapaz foi abordado e identificado como Thiago. Com ele, foi encontrada a chave de uma casa. Na sequência, os policiais constataram que o veículo realmente tinha alerta de roubo. O carro ainda tinha um vidro quebrado, o que fez a polícia ver uma caixa dentro dele. No interior havia cerca de 24 kg de maconha.

Sobre o carro roubado no dia 6 deste mês, o suspeito afirmou que não sabia de quem era. Em relação a chave encontrada em seu bolso, afirmou que seria da casa fechada ao lado da dele e em frente ao carro.

De acordo com o soldado, o homem foi questionado se haveria drogas dentro dessa casa e ele respondeu que sim. “Teria uma quantidade de maconha dentro da casa e ele disse que era dele. Encontramos mais 35 kg de maconha na residência”, disse.

Já na casa onde mora com os pais, a polícia ainda encontrou uma placa moldada com alumínio, gesso e fita isolante que, segundo Prado, seria para bloquear o sinal da tornozeleira eletrônica e poder praticar os crimes.

Conforme a Rone, o suspeito já tem passagens por tráfico de drogas, roubo e receptação. Ele permaneceu preso durante nove anos.



Fonte: Banda B