GM flagra festas clandestinas na RMC e responsável desafia guardas: “Quem vai me fazer desligar o som?”

0
12


A Guarda Municipal (GM) encerrou duas festas clandestinas na noite deste sábado (3) e madrugada de domingo (4), em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba. Em uma das situações, o proprietário do imóvel em que acontecia a aglomeração teria se recusado a atender as orientações da equipe e um convidado ainda teria tentado pegar a arma de um dos guardas.

De acordo com informações da GM de Araucária, a primeira ocorrência aconteceu por volta das 23h, quando as viaturas foram verificar uma denúncia na rua Adalberto Cantele, no Jardim Iguatemi. No local, as equipes constataram a festa clandestina e receberam ameaças de reação ao tentar orientar os participantes.

Foto: Divulgação/GM Araucária

O guarda municipal (GM), Antônio, contou em entrevista à Banda B que haviam cerca de 50 jovens dentro da residência. “No interior do local, foi encontrado bastante gente, cerca de 50 pessoas. Todos sem máscaras. Dois indivíduos tentaram empreender fuga ao avistarem as viaturas. Esses foram contidos e na busca pessoal foram encontrados pinos de cocaína e dinheiro trocado”, relatou o GM.

Os dois suspeitos foram presos e o resto dos convidados orientados a voltarem para suas casas.

Outra festa

Outra situação de desrespeito às medidas de restrição da pandemia, aconteceu no início da madrugada deste domingo, na rua Aristóteles Busquete, no bairro Campina da Barra. Ainda segundo informações da GM de Araucária, uma equipe esteve no local e constatou a festa com som alto e várias pessoas. O proprietário do imóvel foi orientado a diminuir o volume do aparelho sonoro, pois já haviam várias ligações de vizinhos reclamando da perturbação.

Os guardas deixaram o endereço depois das orientações, porém novamente a GM recebeu reclamações sobre a festa, a qual estaria com o som ainda mais alto. Duas equipes da GM voltaram ao local e quando tentaram novamente contato com o proprietário do imóvel foram hostilizadas pelo mesmo. “Quem vai me fazer desligar o som? Vocês!? Vocês não servem pra nada! Só a Polícia Civil vai me faz desligar o aparelho”, teria dito o abordado.

Foto: Divulgação/GM Araucária

Mesmo após orientação, o proprietário se negou a desligar o aparelho de som. Ainda segundo relatos, um convidado teria tentado agarrar a arma de um dos GMs e os dois caíram no chão.

O homem que atacou o guarda e o proprietário do local foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a aparelho de som que foi apreendido.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui