Morre Vitor Trindade, filho do comentarista José Maria Trindade, aos 27 anos em Brasília

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Médico foi vítima de acidente entre ambulância e caminhão no sábado, e não resistiu aos ferimentos; Vítor amava a profissão e sempre sonhou em trabalhar como médico do Samu

Reprodução/Facebook José Maria TrindadeJosé Maria Trindade
Filho do jornalista estava voltando de um atendimento quando sua ambulância bateu em um caminhão

O médico Vítor Procópio Trindade, de 27 anos, filho do jornalista e comentarista da Jovem Pan José Maria Trindade morreu nesta quarta-feira, 6, em Brasília. A equipe médica confirmou a morte cerebral nesta tarde. Vitinho, como era chamado carinhosamente por amigos e familiares, foi vítima, na sexta, 1, de um grave acidente entre a ambulância que estava trabalhando e um caminhão carregado de areia que estava parado na BR-060, próximo a Abadiânia (GO). A ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) havia resgatado um homem, vítima de um acidente, em Goiânia, e voltava para Valparaíso de Goiás (GO), em direção ao hospital. Ao todo, três pessoas ficaram feridas, sendo que algumas ficaram presas nas ferragens. No choque, Vítor sofreu graves lesões e foi socorrido, sendo encaminhado para o Hospital de Base de Brasília e posteriormente transferido para o Hospital de Brasília. Permaneceu internado em estado grave até esta quarta-feira, quando não resistiu às complicações do acidente e morreu. Na ocasião, o Samu emitiu nota destacando que o motorista era capacitado para dirigir o veículo e que todos os funcionários (médico, enfermeiro e condutor) que atuaram no resgate foram encaminhados para unidades de saúde.

Vítor Trindade amava a profissão. Se formou em medicina aos 25 anos, e seu sonho sempre foi trabalhar como médico socorrista. Chegou a recusar ofertas de emprego em hospitais e clínicas para se dedicar ao ofício de salvar vidas dentro de uma ambulância do Samu. A escolha da profissão sempre encheu de orgulho toda a família – e principalmente o pai, que fazia questão de dividir com os colegas da bancada de “Os Pingos nos Is” as conquistas do amado filho. No dia 28 de abril deste ano, Zé Maria deixou o programa um pouco mais cedo – o que fazia raramente – para poder participar da colação de grau de Vítor – festa feita com dois anos de atraso, adiada devido à pandemia. Vitinho se formou dois meses antes do início da pandemia, e ainda como médico residente, trabalhou na linha de frente atendendo os primeiros pacientes com a Covid-19. Vitinho deixa a mãe, Redu, o pai, José Maria, o irmão, Pedro, e a namorada Ana Carolina. A diretoria da Jovem Pan e todos os funcionários do grupo sentem muito pela morte prematura de Vítor e se solidarizam com a família neste momento difícil.

José Maria Trindade na formatura de seu filho Vitor Procópio Trindade

Vítor Procópio Trindade com a mãe, Redu, e o pai, José Maria Trindade (Reprodução/Jovem Pan News)

Amigos do jornalista lamentaram a morte de Vitinho e utilizaram as redes sociais para mostrar apoio a José Maria.





Jovem Pan