Com mais uma morte por Covid-19 e ocupação de leitos em 62,9%, comércio segue fechado em Volta Redonda

0
51



Medida tem duração de sete dias. Cidade soma 76 óbitos e 1.863 casos confirmados da doença. Prefeito Samuca Silva anuncia novo decreto em Volta Redonda
Divulgação/Prefeitura Municipal de Volta Redonda
A ocupação de leitos de UTI chegou a 62,92% e as atividades econômicas ficarão fechadas por mais sete dias em Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro. As informações foram divulgadas pelo prefeito Samuca Silva durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais.
Segundo a prefeitura, o número de ocupação extrapolou a meta para que acontecesse a reabertura do comércio, que estava prevista para segunda-feira (6). Os sete dias de fechamento começam a contar a partir de domingo (5). A medida tem o objetivo de diminuir o contágio e a circulação do coronavírus.
Ainda durante a transmissão o prefeito anunciou um novo decreto, que destina todos os leitos da rede municipal para uso exclusivo dos moradores de Volta Redonda. “Precisamos fazer isso diante dessa pandemia. Uma decisão que visa preservar a capacidade de leitos à população de nossa cidade. Fechamos nossa cidade, as atividades econômicas não estão funcionando e não podemos punir nossa população com ocupação de leitos por pessoas de municípios que estão com comércio aberto” disse Samuca.
Cidade registrou mais uma morte por Covid-19
A cidade contabilizou mais uma morte por Covid-19 na tarde deste sábado (4). A paciente era uma idosa, de 70 anos. Ao todo, a cidade soma 76 óbitos por conta da doença.
Volta Redonda tem ainda 1.863 casos confirmados de coronavírus. Desses, 1.418 já são considerados curados, pois passaram os dias necessários em isolamento e não apresentam mais sintomas da doença.


Fonte: G1