Policiais Militares da 17ª BPM prenderam três traficantes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Policiais do 17º BPM (Ilha do Govenador) realizaram uma operação, na última quinta-feira (30), com equipes de refotrço equipes de divisões especvializadas da corporação nas comunidades Dendê, Guarabú, Bancários, Praia Da Rosa, Querosene, Parque Royal e Boogie Woogie, e com informações do Disque Denúncia (2253-1177), conseguiram prender acusados de trafico de drogas, sendo um deles apontado como segurança do traficante Mario Henrique Paranhos de Oliveira, vulgo Neves, um chefes do tráfico do Morro do Dendê, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio.

A ação tinha como objetivo principal a busca de informações sobre o motorista de aplicativo, Thiago Gomes dos Santos, que é entregador de supermercados. Ele não é visto desde do domingo (19) do mês passado, quando saiu para trabalhar, e desapareceu em uma viagem para Complexo do Dendê. Segundo relatos de moradores, traficantes pertencentes à facção criminosa comandada por Marcos Vinícius dos Santos, mais conhecido como Chapola, estariam envolvidos no desparecimento do motorista. 

A operação também tinha objetivo, o restabelecimento da ordem, desarticulação e enfraquecimento dos criminosos locais, apreensão dos armamentos , retirada de barricadas e verificação de informações  passadas pelo Disque Denúncia, bem como, a prisão dos principais líderes daquelas localidades.

No decorrer da operação, foram apresentadas duas ocorrências. Na primeira, realizada na comunidade Boogie Woogie, um traficante foi detido em posse de uma pistola 9mm. Na segunda, em razão de uma denúncia sobre um grupo de criminosos escondidos em um terreno, no final da rua Quatis, no Tauá, próximo à comunidade do INPS, os policiais vasculharam a localidade deparando-se com três traficantes que, ao perceberem a chegada da viatura, atiraram contra os PMs, iniciando-se um confronto seguido de uma tentativa de fuga dos criminosos.

Após estabilização do terreno, dois integrantes do grupo foram presos. Com o primeiro, identificado como Allan Nascimento da Lima, de vulgo Alanzinho, de 42 anos , foram encontrados uma pistola cal. 380, uma granada e um rádio portátil. O segundo detido, Leonardo Santos de Freitas, conhecido como Magrinho, de 39, foi localizado ferido, na parte baixa da mata, em posse de uma pistola e uma granada. Ele recebeu atendimento médico no Hospital Municipal Evandro Freire – HMEF – , permanecendo custodiado, de acordo com polícia, ele seria segurança pessoal do traficante “Neves”.

A equipe do BAC, auxiliada por policiais do BOPE, realizaram uma varredura na região, em busca do terceiro integrante, de vulgo T-Rex , gerente da comunidade INPS.  Porém tais fatos não foram confirmados pela equipe de varredura do BAC.

Foram apreendidos na Rua Juan Pablo Duarte, no Bancários, uma motocicleta Hillux SW4, dois Jeeps Renegade – produtos de roubo na área 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) -, um Toyota Corolla – produto de roubo na área da 10ª DP (Botafogo) – e uma motocicleta Suzuki, sem placa e também proveniente de roubo.

Ligados á facção Terceiro Comando Puro (TCP),  Mario Henrique Paranhos de Oliveira, vulgo Neves, está na condição de Evadido do Sistema Penitenciário, desde 2017, quando saiu em benefício da VPL – pelo Instituto Penal Benjamim de Moraes Filho, e contra ele consta um Mandado de Prisão, expedido pela VEP – o Nº: 0367700-39.2005.8.19.0001.000, e Marcos Vinícius dos Santos, mais conhecido como “Chapola”, contra ele constam três Mandados de Prisão, pelos crimes de Tráfico de Drogas, Roubo Majorado, Homicídio Simples/Crime Tentado, Porte ilegal de Arma de Fogo. Chefes do tráfico do Morro do Dendê, eles são considerados foragidos da Justiça.

Os presos e material apreendido foram levados para 37ª DP – Ilha do Governador, onde foram tomadas todas as medidas cabíveis sobre o caso.

Disque Denúncia recebe informações sobre a localização de foragidos da Justiça, nos seguintes canais de atendimento:

Zap do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

(21) 2253 1177 ou 0300-253-1177

APP “Disque Denúncia RJ”

Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,

https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Site Portal dos Procurados – em Denuncie – (procurados.org.br/contato).

Em todas as plataformas digitais, o Anonimato é Garantido.



Fonte: O São Gonçalo