Janeiro bate recorde de novas mortes e casos de Covid em Campos, RJ | Norte Fluminense

0
22


Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, enfrenta o pior momento desde o início da pandemia. Pelo menos é o que apontam os boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Em janeiro, o maior município do interior do Rio já registrou 4.530 novos casos da Covid e 137 novas mortes, maiores números desde a confirmação do primeiro caso na cidade, no dia 23 de março de 2020. O boletim mais recente é do dia 29 de janeiro.

Antes, o mês com mais casos confirmados era dezembro, com 2.713 novos casos, seguido por outubro, com 2.597. A diferença entre dezembro e outubro, de 116 casos, é quinze vezes menor do que a variação de dezembro para janeiro, que foi de 1.817 casos.

Já com relação às mortes confirmadas, janeiro tomou o posto que, antes, era de agosto, quando confirmadas 90 mortes, ou 47 a menos do que no primeiro mês de 2021 – antes mesmo que o mês terminasse. Fechando os três meses com mais mortes novas, está julho, com 82 confirmações.

Média móvel de mortes também aumentou em janeiro

Quando se comparam os dados da Covid dos últimos 28 dias, também é registrado aumento no número de mortes, mas houve queda nos novos casos. A média móvel calculada compara os número de mortes, mas houve queda nos novos casos. A média móvel calculada compara os números entre os dias 2 e 15 de janeiro com os dados de 16 a 29 do mesmo mês.

Nas primeiras semanas do mês, a média de novos casos ficou em 189,85 casos confirmados por dia, enquanto a média de mortes ficou em 4,07 confirmações em cada dia.

Já nas últimas semanas, a média de casos caiu para 114,4 novos casos por dia, enquanto a média de óbitos subiu para 5,71 mortes confirmadas diariamente. Com isso, a média móvel de mortes subiu 40,29% no período. Já os casos apresentaram queda de 39,74%.

Campos segue na fase amarela da retomada da economia e tem 18.306 casos confirmados e 666 mortes causadas pela Covid.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui