São Paulo não empolga, mas vence Fortaleza de Rogério Ceni por 1 a 0

0
11

Em seu jogo de estreia no Campeonato Brasileiro, o São Paulo fez a sua parte e venceu o Fortaleza de Rogério Ceni, mas o futebol apresentado nem de longe agradou o torcedor, que não via o time em campo desde a fatídica derrota para o Mirassol, nas quartas de final do Campeonato Paulista.

O placar de 1 a 0 não reflete o jogo fraco no Morumbi. Recuado e lento, o Tricolor achou um gol e deixou o Fortaleza ter a bola nos pés. Mesmo sem nenhuma criatividade, o time de Ceni poderia ter igualado a partida nas poucas vezes que chegou. Substituto de Pato, que não vinha agradando, Liziero não foi bem – por pouco, um erro do atacante na saída de bola não resultou no empate. No Fortaleza, Romarinho desperdiçou as chances que teve. Nada que empolgasse o torcedor na noite de quinta-feira.

O jogo

Fernando Diniz teve que mudar seus planos para o jogo minutos antes do abito inicial, por conta de uma lesão de Vitor Bueno no aquecimento. Paulinho Boia foi e escolhido para substituir o atacante. Com a alteração, o Tricolor custou a se encontrar em campo, e apesar de esboçar algumas boas jogadas, mostrou que a criação ainda é um das suas maiores dificuldades.

A primeira grande chance aconteceu apenas aos 17 minutos, com o Fortaleza. Romarinho surgiu pela direita e cruzou, a bola chegou em Bruno, que encheu o pé, mas Volpi ficou com ela. O meio de campo era apático nas duas equipes – enquanto o São Paulo chegava pouco, o time cearense pecava no último toque quando subia ao ataque.

Aos 33, o Fortaleza teve uma nova oportunidade de abrir o placar. Deivid partiu em contra-ataque pela direita, cortou para dentro deixando Juanfran para trás, e deu o passe para Romarinho. O atacante chegava em condição, mas não alcançou a bola. A essa altura, o Tricolor do Morumbi passou a ocupar mais os espaços e ficar mais tempo com ela nos pés. Aos 38, Juanfran cruzou de primeira na cabeça de Pablo, mas o goleiro Felipe Alves fez a defesa.

Diniz chamava atenção de Pablo e Igor Gomes, e o camisa 9 veio buscar a bola na intermediária para dar início a jogada que resultou no gol Tricolor. Foi ele que passou para Reinaldo, na esquerda, cruzar na segunda trave e Daniel Alves ganhar de Bruno Melo e, como um legítimo atacante, e empurrar a bola para o fundo da rede.

A esperança do torcedor, ainda insatisfeito com o jogo do Tricolor paulista, era um segundo tempo de maior intensidade e velocidade, mas um erro na saída de bola quase resultou no empate do Fortaleza. O time de Ceni apertou, e Liziero se atrapalhou, chutando a bola em cima de Juninho. O camisa 5 ficou com ela e bateu para o gol. Com ajuda do VAR, Leandro Pedro Vuaden anulou o lance, já que a bola tocou no braço de Juninho antes da finalização.

Diniz trocou Paulinho por Gabriel Sara, na tentativa de deixar o meio de campo do São Paulo mais criativo. O Fortaleza dominava a posse de bola, mas era travado pela defesa do Tricolor. Aos 33, em uma das raras chegadas do São Paulo, Sara cruzou para Pablo no meio da área, ele ganhou do defensor, mas cabeceou para fora.

Nos minutos finais, o Fortaleza tentou pressionar o Tricolor do Morumbi. A grande chance foi aos 40 minutos, após Felipe tabelar próximo da linha da grande área e a bola resvalar na mão de Bruno Alves. Juninho cobrou a falta de pé direito, rasteiro, a bola tocou na barreira e saiu pela linha de fundo. Diniz fechou ainda mais o São Paulo substituindo Liziero por Luan. Volpi ainda salvou o time do empate no finalzinho, aos 48 minutos, em um bate e rebate na área. A bola sobrou para Fragapane, e na saída, o goleiro fez a defesa. Sem velocidade e com sufoco, o São Paulo ficou com os três pontos.

Na próxima rodada, o São Paulo, 8ª colocado, vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco, no domingo, 16, às 16h. Já o Fortaleza, 19º na tabela, que ainda não pontuou, recebe o Botafogo, às 19h30.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 0 FORTALEZA

São Paulo – Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero e Daniel Alves; Igor Gomes, Paulinho (Gabriel Sara) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Fortaleza – Felipe Alves; Tinga, Paulão, Jackson (Carlinhos) e Bruno Melo; Juninho (Wellington Paulista), Felipe, David e Romarinho (Mariano Vázquez); Osvaldo (Gabriel Dias) e Yuri César (Fragapane). Técnico: Tiago Nunes.

Gols – Daniel Alves.

Cartões Amarelos – Jackson e Osvaldo (Fortaleza); Bruno Alves (São Paulo).

Árbitro – Leandro Pedro Vuaden.

Local – Estádio do Morumbi (São Paulo).


Fonte: Jovem Pan

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui