Gaviões pede saída de Sylvinho após derrota em clássico: ‘Corinthians não é para estagiários’

0
8


No texto, a uniformizada também exige que o presidente Duílio Monteiro Alves demita Roberto de Andrade, atual diretor de futebol e antigo mandatário do clube

MARCELLO ZAMBRANA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOSylvinho analisa a partida entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro

A Gaviões da Fiel ficou completamente irritada com o resultado e o desempenho do Corinthians na derrota diante do São Paulo, na última segunda-feira, 18, no Morumbi. Em comunicado divulgado nesta terça, a maior torcida organizada do Alvinegro paulista exigiu uma reação dos jogadores e pediu a saída de Sylvinho. No entendimento da uniformizada, o treinador “não sabe escalar e motivar” o time. No texto, o comandante da equipe do Parque São Jorge também é chamado de “estagiário” e “iniciante”. “Por parte de jogadores queremos Cássio, Fagner, Fábio Santos, Gil, Renato Augusto (jogadores mais experientes desse grupo) que cobrem mais desse elenco dentro de campo”, introduz a organizada.

“Na parte técnica, falta definição tática. Diante disso, não existe qualquer desculpa para manter um técnico como Sylvinho, ele é fraco. Não há espaço no Corinthians. Desde a sua contratação não consegue organizar o elenco, não soube montar um time forte como deveria ser e continua insistindo em escalações que nunca deram certo e ainda sequer realiza todas as substituições quem tem à disposição numa partida. O Corinthians não é para iniciantes e estagiários. Não sabe escalar. Não sabe motivar. Não serve para o Corinthians”, continua a Gaviões da Fiel.

No texto, a uniformizada também exige que o presidente Duílio Monteiro Alves demita Roberto de Andrade, atual diretor de futebol e ex-presidente do clube. Na última sexta-feira, 15, em entrevista exclusiva ao programa “Cadeira Cativa”, do Grupo Jovem Pan, Roberto de Andrade exaltou as contratações feitas pelo clube, afirmou que a renovação com o jovem Gabriel Pereira está encaminhada e deu a entender que o defensor Danilo Avelar, afastado por ter praticado injúria racial, pode voltar a vestir a camisa do Corinthians. O dirigente, além disso, comemorou o bom momento. Disputando somente o Brasileirão, o time paulista é o sexto colocado na tabela e tenta se manter na zona de classificação para a próxima Libertadores da América.





Fonte: Jovem Pan