Conmebol suspende equipes de arbitragem de Cerro x Fluminense e Boca Juniors x Atlético-MG

0
8


Comissão de Árbitros admitiu ‘erros graves’ nas decisões de anular gols de Cerro e Boca Juniors; o clube paraguaio, inclusive, entrou com representação pedindo a anulação do jogo

EFE/ Marcelo Endelli /POOLBoca Juniors teve um gol legal anulado pela arbitragem

Horas depois de assumir que as equipes de arbitragem das partidas entre Cerro Porteño x Fluminense e Boca Juniors x Atlético-MG, válidas pelas oitavas de final da Copa Libertadores nesta terça-feira, erraram em suas decisões em campo, a Comissão de Árbitros da Conmebol informou que irá suspender todos os envolvidos. Responsáveis por anular um gol do Cerro quando o placar ainda estava zerado, o trio formado por Cesar Deischler, Eduardo Gamboa e Julio Fernandez está afastado por tempo indeterminado. Assim como a dupla Andres Rojas e Derlis Lopez, que atuaram em Buenos Aires e anularam o gol marcado pelo Boca. Nas duas decisões, a Conmebol informa que foram “erros graves”.

Nesta quarta-feira, 14, o Cerro publicou uma nota em suas redes sociais informando que entrou com uma representação na Conmebol por entender que foi prejudicado pelas decisões da arbitragem, que terminou com a derrota da equipe paraguaia por 2 a 0. “O jogo foi marcado por uma série de acontecimentos vergonhosos, que não podem nem devem ser omitidos pela Conmebol, em virtude do fair play desportivo e dos valores promovidos pela própria Confederação e pela Fifa“, diz a nota. O clube pede punição aos árbitros e a anulação da partida. O Boca não se posicionou nas redes sociais.





Fonte: Jovem Pan