Quem tem prioridade no auxílio Brasil?

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O Auxílio Brasil é o maior programa de transferência de renda do país, com cerca de 18,1 milhões de beneficiários atualmente. O plano é que no dia 9 de agosto já comece a pagar o novo valor de R$ 600,00, mas a liberação de cronogramas de pagamento e crescimento de valor nos próximos cinco meses não são as únicas novidades. Além desses fatores, o Governo Federal planeja uma nova inclusão em massa, além de ampliar o benefício com previsão para o mês que vem. Saiba mais

Leia mais: “Dá para manter até ano que vem”, diz Bolsonaro sobre Auxílio Brasil de R$ 600

Mais dinheiro para incluir novas famílias no programa

A medida será viabilizada com a chamada Proposta de Emenda Constitucional, a PEC da Previdência, que, aprovada pelo Congresso, libera mais de R$ 41 milhões para criar e ampliar benefícios para a população. Além disso, mais da metade do valor foi destinado ao Auxílio Brasil, tendo como objetivo o aumento das parcelas mensais do benefício para R$ 600 entre agosto e dezembro.

No entanto, o Ministério da Cidadania também planeja usar parte do orçamento para trazer cerca de 1,7 milhão de novas famílias vulneráveis ​​ao programa.

Grandes filas de espera de famílias vulneráveis

O Ministério também alegou que o número de novos benefícios do programa não foram suficientes para acabar com a lista de espera do Auxílio Brasil. Ou seja, o número de brasileiros esperando pelo benefício era muito maior do que a quantidade disponível para agregá-los.

Segundo Marcelo Neri, diretor do FGV Social, a fila de espera para o programa continua crescendo devido à pobreza generalizada e ao impacto da inflação na renda dos brasileiros. O aumento para R$ 600,00 também incentivou muitos grupos desfavorecidos a buscarem se inscrevem no programa.

Lista de prioridade para entrar no programa:

  • Pessoas submetidos ao trabalho infantil;
  • Pessoas livres de trabalhos análogos ao escravo;
  • Quilombolas;
  • Indígenas;
  • Catadoras de materiais para reciclagem;
  • Além de outras categorias permitidas e fundamentadas pelo Ministério da Cidadania.

Ademais, existem requisitos pré-determinados para a aceitação do Auxílio Brasil. Veja quais são eles abaixo:

  • Primeiramente, estar cadastrado no sistema do CadÚnico (Programas Sociais do Governo Federal);
  • É necessário também ser escolhido pelo Ministério da Cidadania, de acordo com suas prioridades;
  • Por fim, estar categorizado em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Fonte: Fonte: R7