Quadro de Marilyn Monroe poderá ser a obra mais cara do século XX

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


A temporada de leilões em Nova York começa esta semana, um quadro de Andy Warhol, chamado Shot Sage Blue Marilyn e feito em 1964, é a grande estrela da temporada. A obra está estimada em US$ 200 milhões e a empresa Christie’s espera que ele se torne a arte mais cara do século XX.

Veja também: Receita Federal faz novo leilão com iPhones e Macbooks; saiba mais

Quem não ficará para trás é a Sotheby’s, que espera alcançar US$ 1 bilhão na venda de arte moderna e contemporânea.

O famoso quadro de Marilyn foi feito após sua morte em 1962 e mede 1×1 metro, em estilo pop art. Ela faz parte de uma série de retratos, que é chamada de Shot, pois um visitante abriu fogo contra os quadros no estúdio de Warhol, deixando diversos buracos na tela, que posteriormente foram restauradas.

Segundo o responsável pela arte dos séculos XX e XXl da Christie’s, Alex Rotter, a pintura de Marilyn trata-se de “a pintura mais importante do século XX a ser leiloada em uma geração”.

Quem carrega o título de “a obra mais cara do século XX” até agora é o quadro de Pablo Picasso, intitulado As Mulheres de Argel, que foi vendido por US$ 179,4 milhões no ano de 2015.

Já o trabalho mais caro de Warhol é o Silver Car Crash, vendido em 2013 por US$ 104,5 milhões. A empresa Christie’s também oferece obras como Retrato do Artista como um Jovem Indigente, de 1982, pintado por Jean-Michel Basquiat, e também Untitle, que será leiloado pelo valor de US$ 80 milhões.

Além destes, a casa também irá leiloar três obras de Claude Monet, estimadas em US$ 30 milhões cada.



Fonte: R7