Ibovespa opera em alta após corte de juros na China | Economia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O Ibovespa, principal índice de ações da bolsa de valores de São Paulo, a B3, opera em alta nesta sexta-feira (20), acompanhando a recuperação dos mercados externos depois que a China cortou sua taxa de juros referência para financiamentos imobiliários.

Às 10h28, o Ibovespa subia 1,30%, a 108.399 pontos. Veja mais cotações.

Na quinta-feira, a bolsa fechou em alta de 0,71%, a 107.005 pontos. Com o resultado, passou a acumular alta de 0,08% na semana, queda de 0,81% no mês, e alta de 2,08% no ano.

O que está mexendo com os mercados?

As ações europeias subiam nesta sexta-feira depois que as expectativas de recuperação econômica na China, principal parceiro comercial, foram reforçadas depois de um corte nos empréstimos para reanimar o setor habitacional.

O petróleo era negociado em leve alta, com o barril do tipo Brent cotado acima de US$ 112.

No exterior, permanecem, porém, as preocupações de que a inflação global e o aperto dos juros nas grandes economias possam provocar uma desaceleração da economia global. Na Alemanha, os os preços ao produtor dispararam 33,5% em abril e registraram o maior aumento anual de todos os tempos, impactados pela elevação do custo da energia para a indústria. Já no Japão a inflação superou pela primeira vez em sete anos a meta de 2% do banco central.

Na agenda doméstica, o governo divulga o Relatório Bimestral de Receitas e Despesas referente ao segundo bimestre deste ano e pode anunciar um bloqueio de verbas.

Na véspera, o governo elevou a previsão de inflação neste ano para 7,9% e manteve em 1,5% projeção de alta do PIB (Produto Interno Bruto).

Miriam Leitão comenta a fala de Paulo Guedes sobre inflação: ‘É impressionante a quantidade de comentários estapafúrdios que o governo faz a cada dia’

Fonte: G1