Série ‘The Umbrella Academy’, da Netflix, é acusada de antissemitismo

    0
    40

    A segunda temporada da série de fantasia The Umbrella Academy chegou à Netflix na sexta-feira, 31, e provocou uma nova onda de críticas por causa de sua vilã, interpretada por Kate Walsh. Na trama, The Handler é chefe de uma poderosa organização corrupta que controla o tempo do mundo. Em algumas cenas, ela fala iídiche, idioma utilizado por judeus asquenazes. Nas redes sociais, usuários acusaram a série de antissemitismo.

    Kate Walsh como a vilã The Handler na série ‘The Umbrella Academy’Netflix/Divulgação

    “O uso do iídiche pela série em um ‘culto secreto de dominação mundial’ é definitivamente intencional”, diz um usuário do Twitter, criticando a produção por atrelar o idioma à vilã. A situação se agravou pelo fato de que The Hadler já havia usado o dialeto na primeira temporada, o que levou o conselho de deputados britânicos judeus na época a escrever uma carta aberta contra a série. “O uso de um ditado em iídiche pelo chefe maligno de uma organização que controla a linha do tempo do mundo é claramente um tropeço antissemita”, escreveu Amanda Bowman, vice-presidente do conselho.

    Além de iídiche, The Handler também fala mandarim e sueco ao longo da segunda temporada. Segundo o jornal britânico The Independent, a Netflix preferiu não comentar sobre o caso.


    Fonte: Jovem Pan

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui