Justiça do Rio vai decidir se goleiro Bruno pode voltar a morar em Arraial do Cabo, no RJ | Região dos Lagos

0
9


A Justiça do Rio de Janeiro vai decidir se o goleiro Bruno Fernandes de Souza, condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, em 2010, poderá voltar a morar em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio.

Bruno Fernandes se mudou para Arraial do Cabo após deixar Varginha, em Minas Gerais, em março do ano passado, mas está cumprindo a pena no estado do Acre, onde foi contratado para jogar no Rio Branco Futebol Clube.

O G1 entrou em contato com a Justiça do Rio para saber sobre o prazo para a decisão e aguarda a reposta.

A juíza Juliana Gonçalves Pontes, da Vara Única de Arraial do Cabo, determinou que o ex-goleiro do Flamengo, que atualmente cumpre pena no regime aberto pelo homicídio da modelo, apresente comprovante de residência atualizado no município, assim como comprovante de trabalho ou da possibilidade de trabalhar imediatamente na própria cidade.

Eliza Samudio e o goleiro Bruno Fernandes — Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal / TV Globo

De acordo com a Justiça, com o fim do contrato com o clube do Acre, Bruno agora quer voltar para a cidade da Região dos Lagos, onde residia antes de ser preso.

No pedido, a defesa de Bruno afirmou que o Ministério Público da Comarca do Acre manifestou-se favoravelmente ao pleito, contudo, determinou que fosse feita uma consulta à Comarca de Arraial do Cabo.

O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e 3 meses pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. A pena foi aumentada porque o goleiro foi considerado o mandante do crime e reduzida pela confissão do jogador.



Fonte: G1