Palmeiras libera Dudu para viajar ao Catar e se reunir com dirigentes do Al-Duhail

    0
    7

    O atacante Dudu foi liberado pelo Palmeiras, e agora poderá viajar para se reunir com os dirigentes do Al-Duhail, do Catar, na próxima semana. A negociação já está em fase final, mas ainda restam detalhes para a conclusão da operação. Valores e forma de pagamento já foram acertados.

    Os exames médicos já foram realizados, e o entrave fica por conta das burocracias envolvendo a troca de documentos entre advogados e versões traduzidas das minutas redigidas pelos clubes.

    Dudu deve sair inicialmente por empréstimo válido por um ano, em transação que renderá 7 milhões de euros, cerca de R$ 42 milhões, ao Palmeiras. Ao fim do período, de acordo com metas de atuações e gols previstas em contrato, o jogador poderá ser comprado. Os cataris pagariam mais R$ 42 milhões e ficariam com 80% dos direitos econômicos do atleta. Os 20% restantes permaneceriam com o Alviverde.

    Tanto os clubes quanto o atleta afirmam que não há pressa para finalizar o negócio. A janela de transferência do Catar só abre em 3 de agosto. A negociação se arrasta há duas semanas, e pode terminar na semana que vem.

    Recentemente, o atacante foi acusado de agredir sua ex-esposa, Mallu Ohanna Neves. A polícia ouviu as testemunhas, e prepara o relatório do inquérito. Segundo o UOL, com a possível mudança de país do jogador, Mallu procurou proteção junto ao Conselho de Direitos Humanos da ONU para que o país de destino do jogador acompanhe o caso. Dudu nega a agressão.

    No Palmeiras desde 2015, ele soma 305 jogos pelo clube, com 70 gols e 75 assistências. O atacante ganhou pelo clube os títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro em 2016 e 2018. Neste ano, o jogador marcou dois gols e deu três assistências. Ele tem contrato até o fim de 2023.

    * Com Estadão Conteúdo


    Fonte: Jovem Pan