Veja como a ansiedade afeta na direção e causar acidentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Foto: Freepik

No primeiro mês do ano é propagado o chamado “Janeiro Branco”, uma campanha da sociedade brasileira que alerta sobre a saúde mental. Por isso, vejamos abaixo como um motorista com ansiedade pode provocar acidentes e mortes no trânsito.

Segundo a psicóloga Angelica Reis e o médico Alysson Coimbra, especialistas em trânsito, a ansiedade está diretamente ligada a sinistros, brigas e violência nas ruas, estradas e rodovias do Brasil. Ambos profissionais são coordenadores da Mobilização Nacional de Médicos e Psicólogos Especialistas em Trânsito, atendem motoristas diariamente e afirmam que a saúde mental dos condutores piorou nos últimos anos.

+ Tags de pedágio agilizam o trânsito nas estradas; veja como funcionam
+ São Paulo tem queda de 9,2% de mortes no trânsito
+ Crimes de trânsito: processos caem 62%; veja quais são os delitos

“Qualquer transtorno de ansiedade pode afetar a maneira como o condutor dirige e como se sente no trânsito. Ela afeta a percepção e atenção e, dependendo da intensidade, pode travar a pessoa, que terá muita dificuldade para dirigir”, explica a psicóloga.

Já para Coimbra, “a maior alteração observada é o aumento do estresse associado à ansiedade, impulsividade e impaciência. Essa saúde mental fragilizada está provocando um trânsito caótico e violento, com motoristas mais agressivos, desatentos e imprudentes”.

Covid-19

A propagação da Covid-19 é uma das explicações para esse cenário: “em momentos de frustração, preocupação ou medo, as pessoas têm mais dificuldade em controlar os seus impulsos e isso é um combustível para as brigas e desentendimentos no trânsito”, afirma a psicóloga.

Falta de atenção

Outro efeito é a dificuldade de concentração, algo indispensável para a condução de um veículo. “Pessoas ansiosas têm maior dificuldade em manter o foco, mesmo por curtos períodos de tempo. A pressão para dar conta de todas as atividades gera pessoas desatentas, sem concentração, cansadas e muito irritadas”, explica Angélica.

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ CNH: veja o que é necessário para renovar o documento
+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ Desconto de 9% no IPVA SP vence nesta segunda para grupo de veículos
+ CNH vencida: veja o grupo que precisa renovar o documento em janeiro
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Avaliação: Jeep Renegade Moab é diesel com preço de flex. Vale a pena?
+ Pontiac Firebird Trans Am de Burt Reynolds será leiloado
+ Jeep Compass: SUV chega a 300 mil unidades comercializadas
+ Licenciamento 2022: Detran-SP divulga calendário e preço; veja
+ Tailandeses constroem réplica de Nissan Skyline GT-R





Fonte: Motor Show