Por culpa do governo, Renault Kwid sai de linha em 2021 na Argentina

0
20


Priorizando a produção local em detrimento das importações, o governo argentino pressionou a Renault, que tirou o Kwid de linha. Restrições na balança comercial do país hermano fizeram com que diversos modelos tivessem suas produções aceleradas, enquanto outros tiveram que deixar de ser importados ou trazidos em lotes menores.

No caso do Renault Kwid, a marca francesa diz que apenas suspendeu temporariamente a importação do modelo, até que reajustes sejam feitos. Hoje ela produz em solo argentino quatro modelos: Sandero, Logan, Stepway e Alaskan. Contudo, as vendas baixas do quarteto não equilibravam com a quantidade de Kwid importados.

“Devido a problemas de disponibilidade gerados pelas restrições de importações e com o objetivo de potencializar os veículos de fabricação nacional, nos vimos obrigados a tomar a decisão de deixar de comercializar momentaneamente o Kwid em nossos país”, comunica a Renault em nota publicada no Argentina Autoblog.

Renault Kwid Outsider (divulgação)

“Sabemos que o Kwid é um veículo muito aceitado pelo público argentino e esperamos em algum momento voltar a trazê-lo a nosso mercado, quando as condições permitirem”, finaliza a Renault. O Kwid foi lançado na Argentina em 2017 e era, tal qual no Brasil, um dos carros mais baratos à venda.

Vai sair de linha no Brasil?

Em contrapartida, aqui no Brasil o Renault Kwid segue firme e forte como um dos modelos mais vendidos da marca francesa. Para 2022 ele receberá importantes mudanças no visual, com direito a faróis com LEDs diurnos. Os para-choques também mudam, tanto na frente quanto atrás. Enquanto as lanternas traseiras ganham LEDs também.

Flagra Renault Kwid 2023 [Auto+ / Ricardo Protásio]
Flagra Renault Kwid 2023 [Auto+ / Ricardo Protásio]

Ele terá motor mais potente, herdado do Sandero e melhorias substanciais na parte mecânica a fim de tomar parte do mercado que será abandonado quando o irmão maior sair de linha. O lançamento do Kwid 2022 deve ocorrer ainda na primeira metade do próximo ano.

>>Hyundai Casper é o mini SUV coreano com porte de Mobi e Kwid

>>Kwid já chega aos R$ 60 mil em novo reajuste em agosto

>>Renault diminuirá produção no país e vai demitir funcionários



Fonte: Revista Carro