Marcas japonesas lideram ranking entre as 10 motos mais vendidas na internet – MinutoMotor

0
24


O ranking das motocicletas mais vendidas na internet é dominado por marcas e modelos de origem japonesa, com a Honda na liderança, seguido pela Yamaha. É o que aponta o mais recente levantamento da OLX, considerada uma das maiores plataformas online do país referente à compra e venda de motos. “A OLX é um reflexo do mercado brasileiro, o que explica o predomínio das motocicletas de marcas japonesas entre as mais negociadas na plataforma. No ano passado, considerando os dez modelos mais vendidos, tivemos a liderança de uma única marca nipônica, com mais de 85% de participação no volume total de motocicletas negociadas com a ajuda da nossa plataforma”, explica Flávio Passos, vice-presidente de Autos e Comercial da OLX.
Com a GC 160, o veículo mais vendido do Brasil, a Honda domina a lista com nada menos que sete dos 10 modelos mais vendidos em 2020. A também japonesa Yamaha é representada no ranking, com três modelos. Confira a tabela abaixo:

  Vendas
  Modelo %
Honda CG 150 27
Honda CG 125 20
Honda Biz 125 12,7
Honda NXR 150 7,6
Yamaha YBR 125 7,2
Honda CB 300 7
Honda XRE 300 6,8
Honda CBX 250 4,3
Yamaha Fazer 250 3,7
10º Yamaha XTZ 250 3,6

Nessa lista das 10 marcas líderes em vendas, a Honda também lidera com folga, com 69% de participação no total. Na 2ª e 3ª colocações do ranking estão as também nipônicas Yamaha e Suzuki, com 18,6% e 4% de participação, respectivamente. A fabricante de origem chinesa Shineray vem na sequência, na 4ª posição, com 2%; seguida pela brasileira Dafra, em 5º lugar, com 1,9%.

A Kawasaki, também de origem japonesa, surge na 6ª posição, com 1,6% de participação; seguida pela alemã BMW (1%) e Kasinski (0,7%), cujas atividades se encerraram em 2014. A norte-americana Harley-Davidson e a finada Sundown fecham o ranking, ambas com 0,6% de participação.

  Vendas
  Modelo %
Honda 69
Yamaha 18,6
Suzuki 4
Shineray 2
Dafra 1,9
Kawasaki 1,6
BMW Motorrad 1
Kasinski 0,7
Harley-Davidson 0,6
10º Sundown 0,6

Confira cinco dicas para uma boa negociação de motos em plataformas online:

1 – Evite Intermediários – Ao entrar em contato com o vendedor, evite negociações com terceiros. Fique atento e desconfie se o vendedor estiver muito apressado, nervoso ou impaciente para fechar o negócio. Não tenha receio de tirar qualquer dúvida sobre a motocicleta e prefira sempre negociar por meio do chat da plataforma, concentrando a conversa em um único canal.

2 – Levante Informações – Certifique-se de que o vendedor é o proprietário legítimo da moto. Você pode verificar as informações do veículo no DETRAN. Aproveite também para verificar, pelo Renavam, informações sobre multas e situação do IPVA. Seja cuidadoso com contratos de consórcios e prestações. Pesquise a documentação e o histórico da empresa envolvida.

3 – Pagamento – Evite realizar qualquer tipo de depósito antecipado (pagamento de entrada) sem antes ver a moto, conferir se está em bom estado e com todos os acessórios anunciados, certifique-se que a conta bancária fornecida é a mesma da pessoa com a qual está negociando.

4 – Excessos de facilidades – Desconfie de valores muito abaixo do mercado. Esteja atento se o vendedor alegar que ganhou a motocicleta em uma promoção/sorteio, que é ex-funcionário de uma empresa, ou se diz trabalhar nas fabricantes e que, a partir disso, conseguiu a moto mais barata.

5 – Segunda opinião – Ao identificar uma moto de seu interesse, peça uma segunda opinião a pessoas de sua confiança e, se possível, alinhe com o proprietário uma revisão com um mecânico antes de concluir a negociação.



Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui