Morre aos 84 anos o comerciante Carlos Alves, conhecido como Seu Dadá

16



Ele não teve filhos, mas era como um pai para muitos universitários que chegavam para morar em Vassouras. Causa da morte foi complicações de um aneurisma cerebral. Seu Dadá acompanhado de Maria do Rosário, uma de suas “filhas do coração”
Redes Sociais
Morreu na noite de quarta-feira (12), aos 83 anos, o comerciante Carlos Alves, conhecido em Vassouras, no Sul do Rio de Janeiro, como Seu Dadá. Ele faleceu em decorrência de complicações por causa de um aneurisma cerebral.
Seu Dadá trabalhava em uma loja de material de construção em Vassouras há mais de 30 anos. Ele era casado há 26 anos com Dona Sônia Maria da Silva Gomes e não teve filhos, mas era como um pai para muitos estudantes que chegavam para morar na cidade universitária.
“Ele sempre foi um trabalhador muito querido por todos. Alegre, sorridente… A cidade inteira fala muito bem dele. No velório, várias pessoas chegaram falando que foram ajudadas por ele”, disse Maria do Rosário Fernandes, amiga da família e uma das “filhas de coração” de Seu Dadá.
Seu Dadá estava internado desde o dia 15 de janeiro, quando descobriu o aneurisma no cérebro. Ficou em tratamento durante duas semanas no Hospital Universitário de Vassouras. Depois, foi transferido para o Hospital da Unimed, em Volta Redonda, e não resistiu às complicações da doença.
O velório está sendo realizado na Capela Mortuária do Cemitério da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição de Vassouras. O sepultamento está previsto para as 16h.


Fonte: G1