Malcom só voltará aos gramados em 2020, confirma técnico do Zenit

58

O técnico do Zenit São Petersburgo, Sergey Semak, confirmou nesta quarta-feira (4) que o atacante brasileiro Malcom, que se recupera de lesão muscular em uma das coxas, só retornará aos gramados no ano que vem.

“É um jogador muito importante para nós e não tenho dúvidas que será um reforço para o time. Deverá se somar ao grupo para nossa concentração de janeiro, no Catar”, explicou o comandante da equipe, em entrevista coletiva.

Ao se contundir, ainda no início do Campeonato Russo, o Zenit acreditava que o brasileiro não precisaria passar por operação, o que acabou acontecendo posteriormente.

“Depois de trabalhar um tempo com o grupo, voltou a sentir as mesmas dores. Ficou claro que a única operação era a sala de cirurgia”, lamentou Semak.

O técnico do Zenit aproveitou para elogiar Malcom, a quem classificou como um “super profissional”, que vem trabalhando por longos períodos para se recuperar e entrar em forma.

“Durante as férias, treinará todo o tempo no Brasil”, disse o comandante, na entrevista coletiva.

Neste ano, Malcom só entrará em campo mais duas vezes, para enfrentar o Dínamo de Moscou, nesta sexta-feira, e o Benfica, pela Liga dos Campeões. Depois disso, o próximo compromisso oficial deverá ser em fevereiro, com as competições continentais.

Pelo clube russo, Malcom só atuou em duas partidas, ambos pelo campeonato nacional e totalizou 62 minutos em campo. Logo na estreia, em jogo contra o Krasnodar, o ex-Corinthians sofreu ataques racistas da própria torcida do Zenit.

*Com informações da EFE


Fonte: Jovem Pan