Hospital Municipal Doutor Munir Rafful cria enfermaria para tratar casos da Covid-19 em Volta Redonda

18



Estrutura conta com três leitos e equipamentos necessários no atendimento aos pacientes com coronavírus. Enfermaria conta com três leitos
Divulgação/Hospital Municipal Dr Munir Rafful
O Hospital Municipal Doutor Munir Rafful, no bairro Retiro, em Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro, criou uma enfermaria exclusiva para tratar casos confirmados do novo coronavírus. A medida tem como objetivo tratar os doentes com Covid-19 em local separado dos demais.
A estrutura conta com três leitos e equipamentos necessários no atendimento aos pacientes com coronavírus.
Além disso, está sendo realizado um trabalho de orientação da população sobre a importância da prevenção contra a doença. Na entrada da unidade, uma área para lavagem das mãos foi criada para estimular a higienização. Ao longo do dia, profissionais da saúde distribuem material informativo no local.
A higienização em toda unidade também foi reforçada e foram criadas medidas técnicas para os pacientes e funcionários (veja abaixo).
Prioridade no atendimento para pacientes com suspeita de coronavírus
Entrega de Equipamento de Proteção Individual (EPI) para funcionários e pacientes com suspeita
Restrição no número de acompanhantes e horários de visita para pacientes internados
Oito casos confirmados em Volta Redonda
A prefeitura de Volta Redonda, no Sul do Rio de Janeiro, anunciou na tarde desta quarta-feira (25) mais três casos confirmados do novo coronavírus na cidade. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde.
Com os três novos casos, Volta Redonda contabiliza um total de oito pessoas confirmadas com o novo coronavírus no município.
Dois casos confirmados pela prefeitura de Volta Redonda — anunciados na tarde de terça-feira (24) —, ainda não foram contabilizados pela Secretaria Estadual de Saúde. Os outros seis casos já são reconhecidos e anunciados oficialmente pelo governo do estado do Rio de Janeiro.
A prefeitura não divulga o número de casos suspeitos no município. No entanto, três mortes de pacientes que apresentavam sintomas de coronavírus estão sendo investigadas.
Amostras foram colhidas e enviadas ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), no Rio de Janeiro, única unidade estadual capaz de realizar o teste para confirmar ou descartar a Covid-19 como causa da morte. Os resultados, que antes demoravam dois dias para serem entregues, devem sair em aproximadamente uma semana, por causa da grande demanda de testes em todo o estado.


Fonte: G1