Felipe Anderson escolhe Van Dijk como adversário mais difícil que enfrentou

7

O meio-campista Felipe Anderson, do West Ham, concedeu entrevista à “Betway” e falou sobre diversos assuntos, como o estilo de futebol inglês, suas dificuldades em se adaptar na Europa e até sua comida predileta. No bate-papo, o brasileiro também revelou que o zagueiro Van Dijk foi quem mais lhe deu trabalho na carreira.

“Na minha carreira, eu enfrentei diversos marcadores difíceis de lidar. O mais difícil, no entanto, foi o Van Dijk, do Liverpool”, comentou o armador de 26 anos.

Revelado pelo Santos, Felipe Anderson migrou para a Lazio, da Itália, em 2013. Depois de cinco temporadas no time de Roma, o jogador foi negociado com o West Ham.

Com certa experiência na Europa, Felipe Anderson lembra quais foram as principais dificuldades no início da sua trajetória no Velho Continente.

“A primeira coisa que muda quando você sai do Brasil e vai para a Europa é a intensidade dos jogos, a constância dos jogos. Isto, porque você precisa participar dos jogos nos 90 minutos. No Brasil, você tem um tempo para descansar. Quando você termina as jogadas, tem tempo para respirar. Aqui, você não tem esse tempo. Aqui você perde a bola em um drible, você tem que dar o máximo para voltar e recompor. Essa foi a maior dificuldade que eu tive”, afirmou.

“No Brasil eu ficava sempre parado. A gente tinha espaço para receber e girar. então isso mudo muito porque na Itália você enfrenta times com as linhas compactas. Então essa foi a maior dificuldade porque esse movimento tem que ser natural, você não pode ficar forçando. Depois, quando você treina bastante isso, vem automático”, continuou.

Felipe Anderson também falou das diferenças no modo de jogar na Itália e na Inglaterra. “O jogo aqui [na Premier League] tem um ritmo mais acelerado. A bola nunca para. Quando você perde a bola, você tem que correr para recuperar rapidamente. O outro time sempre quer atacar, sempre em busca do gol. Na Itália é mais balanceado. Eu acho que a intensidade do jogo é a maior diferença”, analisou.

Titular no West Ham, Felipe Anderson soma 21 partidas na temporada, com 1 gol e 5 assistências realizadas no período. Atualmente, seu time é o 17º colocado da liga nacional e luta para não cair para a 2ª Divisão.

 

 


Fonte: Jovem Pan