Família de Itatiaia continua a procura de jovem que desapareceu em julho

81



Em 2019, foram registrados 338 denúncias de desaparecimentos entre janeiro e outubro em todo o Sul do Rio. Fabrício Oscar Diniz, de 21 anos, está desaparecido desde o último domingo (21)
Reprodução/Arquivo Pessoal
Uma família de Itatiaia, no Sul do Rio de Janeiro, continua a procura de um jovem que está desaparecido desde o dia 21 julho deste ano. Segundo familiares, Fabrício Oscar Dias Diniz, de 22 anos, foi visto pela última vez pelo irmão no serviço.
“Era como se fosse um dia normal. Eu estava entregando a chave para ele vir para casa, para ele descansar, para voltar novamente a trabalhar à noite”, contou o irmão Vitor Diniz, última pessoa a encontrar com o jovem.
Ainda de acordo com os parentes, Fabrício é um jovem tranquilo e sempre sorridente. A avó do jovem, Jacira Marcelina Junqueira, mantém tudo da maneira como ele deixou, aguardando o retorno do neto.
Fabrício Oscar Diniz, de 21 anos, está desaparecido desde o último domingo (21)
Reprodução/ Disque Denúncia
“Vai permanecer assim. Eu tenho esperança que ele ainda volte e eu só conservo limpo, arrumo, mas está tudo do mesmo jeito”, disse a avó.
Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro de Fabrício, pode ligar para o telefone: 99989-1990 ou através do Disque Denúncia pelo 0300-253-1177.
A produção do RJ1 entrou em contato com a Polícia Civil para saber como estão as investigações do desaparecimento, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
Casos registrados na região
Este é um dos 338 casos de desaparecidos entre janeiro e outubro de 2019 em todo o Sul do Rio. O aumento é de 14% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).
De acordo com o Disque Denúncia, a pessoa é considerada desaparecida quando não pode ser localizada nos lugares que costuma frequentar, nem ser encontrada de qualquer outra forma.
Cidades com mais registros em 2019
Volta Redonda — 75
Resende — 35
Barra do Piraí — 37
Barra Mansa — 25
Angra dos Reis — 29
Três Rios — 14
Tipos de desaparecimento
Voluntário — quando a pessoa se afasta por vontade própria.
Involuntário — quando a pessoa é afastada do cotidiano por um evento sobre o qual não tem controle, como um acidente, um problema de saúde, um desastre natural.
Forçado — quando outras pessoas provocam o afastamento, sem a concordância da pessoa, como em um sequestro, crimes ou homicídios.


Fonte: G1