Enem 2019: pedidos de reaplicação do exame devem ser feitos até segunda-feira, dia 18

122



O exame foi aplicado durante os dias 3 e 10 de novembro. Mais de 5 milhões de participantes se inscreveram – o menor número da história da prova – e 3,7 milhões fizeram as provas. Caderno de provas do Enem 2019 – 1º dia
Ana Carolina Moreno/G1
Quem teve problemas com logística ou se sentiu prejudicado durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 deve fazer o pedido de reaplicação da prova até a próxima segunda-feira (18).
A solicitação deve ser feita na Página do Participante. O estudante deverá fornecer o número do CPF e a senha cadastrados, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Veja o GABARITO EXTRAOFICIAL
VÍDEOS: Confira a CORREÇÃO das questões da prova
O exame foi aplicado durante os dias 3 e 10 de novembro. Mais de 5 milhões de participantes se inscreveram – o menor número da história da prova.
Dos 5.095.388 inscritos confirmados, 3.709.809 estiveram presentes, ou seja 72,81%. Os ausentes foram 1.385.579, o que representa uma abstenção de 27,19% – também a menor da história do exame.
O gabarito oficial será divulgado nesta quarta-feira (13).
Pedido de reaplicação do Enem 2019
Segundo o Inep, o estudante deverá fazer o pedido de reaplicação caso tenha sofrido algum problema com a logística da prova ou algum outro fato que o tenha deixado em desvantagem em relação aos demais candidatos.
O órgão avisa, no entanto, que a solicitação não significa o direito à reaplicação. O pedido deverá ser analisado pelo instituto para ver se o problema relatado se enquadra nos critérios do Inep.
Segundo o Inep, problemas de logística são:
desastres naturais (que prejudiquem a aplicação do exame, devido ao comprometimento da infraestrutura do local)
falta de energia elétrica (que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural)
estrutura imprópria do local de prova
erro de execução de procedimento de aplicação pelo aplicador que cause comprovado prejuízo ao participante
1º dia do Enem 2019 teve Madonna, Cazuza e Hannah Arendt
Veja a resolução da questão do Enem sobre ‘Kant’
O primeiro dia apresentou questões que abordavam temas ligados aos direitos das mulheres e minorias, além de questões raciais como refugiados e escravidão. Itens que tratavam de discursos de ódio também apareceram nas provas de linguagens e ciências humanas. Na redação, o tema foi ‘Democratização do acesso ao cinema no Brasil’. Neste ano, as frases de identificação do caderno de provas eram de músicas da banda Legião Urbana.
Caiu no Enem: 1º dia teve Madonna, Hannah Arendt, Cazuza, Hilda Hilst, bullying, refugiados e Estatuto do Idoso
2º dia do Enem 2019 teve app de namoro e receita para dessalgar o feijão
Prova do Enem incluía questão sobre o processo químico para dessalgar feijão usando batatas.
Divulgação
O segundo dia de provas cobrou questões inspiradas em assuntos contemporâneos e conhecimentos envolvendo problemas do cotidiano, como um app de namoro no estilo do Tinder, o esporte slackline, receita para dessalgar o feijão e tirar o cheiro de alho da mão e as funções de um rim biônico.
Caiu no Enem: 2º dia de provas teve app de namoro, doping, rim biônico e receita para dessalgar o feijão
Próximas datas do Enem 2019
O gabarito oficial e notas do Enem 2019 ainda não foram divulgados. Confira abaixo as próximas datas do cronograma desta edição:
Gabarito oficial: 13 de novembro
Pedido de reaplicação da prova: até 18 de novembro
Resultados individuais: janeiro de 2020
Resultados de treineiros: março de 2020
Para que serve o Enem?
O Enem possibilita que o candidato ingresse no ensino superior de cinco formas diferentes:
Sisu
Prouni
Fies
universidades particulares que usam o exame como vestibular
universidades portuguesas, parceiras do governo brasileiro
Saiba mais sobre cada uma delas aqui.


Fonte: Fonte: G1