Vai ao Rock In Rio? Saiba como conseguir descontos em hotéis no Estado com seu ingresso

0
140


O ingresso para o Rock In Rio, que começa na próxima sexta-feira, não dá direito apenas ao show do rapper do momento ou daquela banda com muitos anos de estrada. A entrada para qualquer dia do festival garante também 30% de desconto na diária de hotéis no Estado do Rio, menos na capital, até 13 de outubro. Batizado de TurisRock, o programa de incentivo ao turismo no interior do estado começou a valer no último dia 20 de setembro e conta com a participação de mais de 170 meios de hospedagem em 27 cidades. A ideia dessa parceria entre a Secretaria estadual de Turismo e o Rock In Rio é fazer com que as pessoas que visitam a cidade aproveitem a viagem e estiquem sua estadia em outras regiões.

Para garantir o desconto, o visitante precisa entrar em contato diretamente com o hotel ou a pousada, e informar que possui um ingresso para o festival. A tarifa promocional será aplicada sobre o valor de tabela da diária (e não dos gastos totais e demais taxas, como impostos), publicado no site do meio de hospedagem, para o período desejado. No momento do check-in, o hóspede deverá mostrar o ingresso (o cartão ou a pulseira) e a disponibilidade da promoção está sujeita à lotação, claro. Na página oficial da promoção há a lista de todos os hotéis e pousadas participantes, além de informações sobre atrativos nas regiões turísticas do estado , mesmo aquelas onde não há nenhuma oferta de hospedagem com desconto.

– Teremos cerca de 420 mil pessoas de outros lugares visitante o Rio por causa do festival. Por que não incentivar que elas conheçam os arredores? O Rio é extremamente privilegiado, tem as montanhas e as praias mais bonitas do mundo, e tudo isso muito perto da capital – defende Roberto Medina, o criador do Rock In Rio – Certamente essa promoção voltará a acontecer na próxima edição do Rock In Rio. E acredito que poderia ser utilizada a cada grande evento realizado na cidade do Rio. O Rock In Rio acontece entre os dias 27 e 29 de setembro e 3 e 6 de outubro. Entre os destaques da programação estão artistas como Drake, Foo Fighters, Weezer, Bon Jovi, Ivete Sangalo, Red Hot Chili Peppers, Nile Rodgers, Iron Maiden, Pink, Black Eyes Peas e Muse.

Opções bem espalhadas pelo Estado

A lista dos 179 meios de hospedagem é bem diversificada. Há desde hotéis butique e resorts cinco estrelas, até pequenas pousadas e albergues. Com cem endereços cadastrados, a Região dos Lagos concentra a maioria dos participantes. Desses, 48 estão em Búzios, 24 em Arraial do Cabo e 11 em Cabo Frio. Já a Costa Verde tem 34 opções para quem quer descansar entre o mar e as montanhas. Em Paraty são 18 e em Angra dos Reis, contando com a Ilha Grande, mais 13. Mas há também opções em destinos na Região Serrana, no Vale do Paraíba. Niterói, do outro lado da Baía da Guanabara, também participa da promoção, com seis endereços, e é uma opção de hospedagem inclusive para os dias de shows, para quem não se importar em atravessar a baía.

Ainda há imóveis para alugar na cidade

Um estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas calculou que o festival teria um impacto de cerca de R$ 1,7 bilhão na economia da cidade. Um dos setores mais aquecidos, claro, é o da hotelaria. A taxa de ocupação no Rio no período do festival gira está acima de 80% – na Barra da Tijuca, onde acontecerão os shows, já não há mais quartos de hotéis disponíveis. Mas quem ainda não garantiu um teto na cidade pode conseguir nas plataformas de aluguel por temporada. No Airbnb, por exemplo, é possível reservar casas inteiras para dividir com a família ou grupo de amigos. É o caso desta casa centenária no Jardim Botânico, que, inspirada ou não na proximidade com o parque criado por Dom João VI, caprichou no uso de plantas em sua decoração, seja nos ambientes internos, seja no quintal ou no pequeno terraço. Comporta até quatro pessoas com diárias no valor de R$ 430.

O Leblon, um dos bairros mais valorizados por quem visita o Rio, também tem opções no site. Este apartamento, para até quatro hóspedes, com diárias a R$ 1.000, é uma boa alternativa para quem quer ficar perto da praia, de bons restaurantes, mas não dispensa uma sala confortável para assistir aos melhores momentos do festival. Se a ideia é ficar ainda mais perto do Parque Olímpico, onde a estrutura do festival está montada, há opções como esta cobertura na Barra, que cobra diárias de R$ 1.659 e abriga até três pessoas. O destaque é a cozinha bem equipada, ideal para quem gosta de cozinhar nos seus momentos de descanso.