Namorada de homem que teve corpo incendiado é presa; ex-marido também é suspeito

0
87


 

Segundo a PC, Sandra foi levada à delegacia pelo advogado dela, por volta das 20 horas, onde foi interrogada por mais de duas horas e meia. “Neste primeiro interrogatório, ela negou a autoria. Falou algumas coisas, mas ficaram contraditórias com o que tínhamos de informação. Hoje, pela manhã, tomamos novamente o interrogatório, então ela confessou o crime”, esclareceu o delegado Thiago Dantas, da Delegacia de Almirante Tamandaré.

 

De acordo com as investigações da PC, o crime foi premeditado. Uma terceira pessoa, que seria suspeita pela execução de Bini, está sendo investigada. “Sandra não participou da execução, mas teria arquitetado o crime para que a vítima ficasse na situação de vulnerabilidade. Antônio teria comprado um medicamento e ela, então, ministrado em Bini. Uma terceira pessoa entrou na casa e assassinou a vítima”, descreveu o delegado.

Em relação ao sobrinho de Antônio, que está preso por ser suspeito de participar do crime, Dantas informou que a prisão temporária dele será revogada. “Não conseguimos colher elementos informativos de que ele teria participado do crime. O casal não confirmou que foi ele e também não nos disse que seria a outra pessoa”, esclareceu.

Ainda segundo a PC, Antônio teria ajudado a levar o corpo às margens da Estrada do Marmeleiro e ateado fogo nele. Sandra chegou a registrar boletim de desaparecimento na mesma madrugada do crime.

Motivação

No interrogatório, Sandra disse que Bini era violento com ela, o que a colocou nesta situação. “Nos disseram que Bini estava ameaçando o filho deles. Segundo Antônio, fazia ameaças com ele também. Sandra alegou que não tinha feito nenhum boletim de ocorrência relacionado a violência doméstica por medo, devido a Umberto ter uma arma”, explicou Dantas.

 

Sandra e Antônio ficarão presos à disposição da justiça (Foto: Reprodução)

 

Aos policiais, Sandra ainda disse que a ideia foi do ex-marido. Antônio mantinha fotos com a ex-mulher nas redes sociais e se diz apaixonado por ela. “Segundo a versão deles, o ex-marido se viu nesta situação para tentar resgatar o relacionamento, uma vez que Sandra não estava feliz com Umberto”, completou o delegado.

As investigações vão continuar para que a terceira pessoa seja identificada. A dupla ficará presa à disposição da justiça.