Mulher assassinada a tiros no Santa Quitéria era diarista e tinha 49 anos

0
95



A vítima era moradora de São José dos Pinhais e sua morte causou comoção entre amigos e familiares nas redes sociais. “Descanse em paz minha irmã”, escreveu uma familiar. “Meus sentimentos, muito triste!”, comentou uma amiga da família.

Crime

O crime ainda está sendo investigado, mas segundo uma testemunha, pouco antes dela ouvir os disparos que mataram a diarista, a vítima teria pedido por informações, na Rua Ulisses Vieira. “Ela queria saber sobre onde morava determinado rapaz. Pouco depois, ouvi três tiros e a vi morta”, descreveu à Banda B.

Marcia estaria com um homem em um Peugeot preto. Existe a suspeita que ele seja o autor do homicídio ou tenha fugido com medo após o assassinato. A Polícia Militar (PM) não passou mais detalhes sobre o que teria acontecido e nem confirmou a versão da testemunha. “Por enquanto, não temos mais informações, apenas que o autor estaria em um Peugeot preto”, afirmou à Banda B a tenente Sibele Toniolo.

O velório da diarista foi realizado, neste domingo (11), na Capela Anjo da Guarda, em Almirante Tamandaré.