Mãe é assassinada e filho de quatro anos deixado sozinho dentro de carro na RMC

0
69


 

O subtenente Valdir, do Batalhão de Polícia de Guarda, explicou que a situação entrou à Polícia Militar (PM) depois que um casal teria visto a mulher machucada dentro do carro. “A situação começou no fim da tarde, como se fosse um sequestro de um carro. Posteriormente, o veículo foi localizado neste local onde está agora. A criança foi resgatada e a mulher não, mas havia muito sangue no carro. Dentro do rio, então, encontramos o corpo submerso”, descreveu à Banda B.

A criança foi resgatada pela Força Nacional e entregue aos avós, de acordo com o investigador Sérgio Klaar, da Polícia Civil de Piraquara. “O menino estava dentro do carro, sozinho, e a Força Nacional chegou. Posteriormente, encontramos o corpo da mãe boiando dentro da água”, descreveu.

O investigador ainda explicou que o latrocínio (roubo seguido de morte) é uma hipótese, mas não a única linha de investigação. “Ainda estamos caminhando na investigação. Não dá para descartar nenhuma hipótese. Pelo o que conseguimos constatar, houve luta corporal dentro do carro. Apenas a perícia vai dizer a arma usada pelo assassino”, disse.

O corpo da mulher foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).