Líder do PSL no Senado diz que Flávio Bolsonaro deveria deixar o partido imediatamente

0
82


Major Olímpio afirmou que Flávio Bolsonaro deveria sair do PSL. “Gostaria que ele saísse hoje mesmo”, disse o senador nesta segunda-feira (16/09). O líder do PSL na casa ainda opina que a presença do filho mais velho de Bolsonaro “dá muita vergonha a nós [do partido]”, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. Divergências em torno da CPI da Lava Toga racharam o partido do presidente Jair Bolsonaro no Senado. Olímpio e as senadoras Soraya Thronicke e Juíza Selma, que está indo para o Podemos, querem a comissão, e Flávio Bolsonaro não.

Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes, Major Olímpio disse que a investigação é necessária para “depurar” o Supremo. Um dos alvos da CPI, Gilmar Mendes já classificou a comissão de “flagrantemente inconstitucional”. Para o senador Major Olímpio, a declaração é uma mostra de “soberba e prepotência”. Na entrevista à RB, o senador admitiu ter pensado em deixar o PSL por causa da trombada com o filho do presidente, mas mudou de ideia. Flávio Bolsonaro é contra a CPI por entender que uma investigação contra ministros do Supremo, nas palavras dele, “tocaria fogo no país”.

O filho do presidente e Senador pelo Rio de Janeiro não comentou as declarações.