Jardineiro de 40 anos é morto a tiros quando saía da casa de parentes na RMC

0
67



Em entrevista à Banda B, Silmara Cavallin, prima da vítima, conta que não sabe o motivo da morte. “Não temos ideia nem de quem matou nem o porquê. Ele era um homem de família, tranquilo e que ajudava os vizinhos”, relatou a familiar.

Já segundo o delegado Michel de Carvalho, agora responsável pela investigação, o jardineiro havia brigado recentemente em um bar da região, além de ser usuário de drogas. “Ele teve discussões em bares e envolvimento com uso de entorpecentes. Foi encontrada uma quantidade de maconha na casa dele, mas vamos continuar investigando”, contou.

O crime aconteceu por volta das 13h30. A vítima tentou fugir e caiu em uma valeta. O jardineiro não possuía passagens pela polícia. Ele deixa uma filha de 20 anos. O local foi isolado para a chegada da Criminalística e do Instituto Médico Legal de Curitiba.