E mais uma vez o Tribunal de Justiça do Estado reconduz André Granado ao cargo de prefeito

0
56


Após inúmeras idas e vindas do prefeito de Búzios André Granado (MDB) ao cargo, parece que agora é definitivo. André conseguiu liminar nesta segunda-feira (05/08) que garante seu retorno à cadeira de chefe do executivo, mesmo com processo pendente de julgamento. A decisão saiu pouco antes das 16h e nela o desembargador Pedro Saraiva, da 10ª Câmara Cível, determina que o prefeito retome o cargo, onde poderá ficar até que o processo por improbidade administrativa seja transitado em julgado. O documento reverte a decisão de 25 dias atrás, que o afastava do cargo.

Essa ação contra o prefeito apura supostas irregularidades praticadas nas publicações dos Boletins Oficiais no Município, que, em 2013, estariam sendo feitos em duplicidade, sendo que a distribuição com o aviso das licitações ficaria restrita ao âmbito interno da Prefeitura Municipal. Das outras vezes, mesmo com a anuência do TJ, o juiz da Comarca de Búzios, Raphael Baddini, deixou de cumprir a determinação da justiça estadual para que André retornasse à cadeira de prefeito.

Contudo, Baddini está de férias, e quem está respondendo pela Comarca nesse período é o juiz Gustavo Fávaro, o mesmo que determinou, anos atrás, que Henrique Gomes (DEM), vice de André Granado e atual prefeito em exercício, fosse afastado de função pública. Esse processo é da época que Gomes era secretário de Serviços Públicos do ex-prefeito Mirinho Braga (2009-2012) e foi indiciado por suposto envolvimento em fraude da Lei de Licitações e formação de quadrilha. Essa sentença saiu em 2015, quando Henrique Gomes era presidente da Câmara municipal.

Granado e Gomes: a eterna “dança das cadeiras”