Dono de blog de oposição é denunciado por ameaça de morte em Arraial do Cabo

0
250

A jornalista Renata Cristiane denunciou no RC24H, nessa quarta-feira (16/10), uma possível ameaça de morte sofrida pelo assessor da Prefeitura de Arraial do Cabo, André Silvério, terça-feira (15/10), na sessão da Câmara Municipal que julgou as contas do prefeito Renatinho Vianna, referentes ao ano de 2017 na última terça-feira. Segundo a publicação, Márcio Galo, que é policial militar da reserva e ex-Secretário de Segurança Pública do município é o autor da ameaça. O ex-Secretário acompanhou a sessão da sala de imprensa cedida pela mesa diretora da Câmara, segundo o portal RC24H com a única intenção de criar tumulto. Márcio Galo mantém um grupo no Facebook, o “Fala Galo” que não tem nenhum cunho jornalístico e mesmo assim recebeu o privilégio do presidente da Câmara, Thiago Fantinha, estendido a outros integrantes da oposição que também não tinham nenhum vínculo com órgãos de comunicação que cobrem o município.

De acordo com o texto publicado pelo RC24H, André Silvério relatou o que havia acontecido: “durante a sessão normalmente trocamos farpas, mas sem palavras de baixo calão. Em determinado momento, quando o presidente encerrou a sessão, ficamos por lá, Márcio falou uma gracinha, eu falei outra, ele retrucou e quando dei as costas, me deu um soco, acertou o meu nariz e revidei”. Ainda segundo André, após a pancadaria, Márcio Galo foi para o gabinete do vereador Ton Porto, que também é de oposição saindo pela tribuna da Câmara e não pela porta de entrada, “o que é errado, ele não deveria sair pela tribuna e, sim, pela porta normal, como todo mundo”, disse Silvério.

Ainda conforme a publicação, Marcio Galo teria ainda ameaçado o assessor do governo de morte. “Ele não sacou a arma, mas colocou a mão na cintura, apontou o dedo e disse que iria me matar”, finalizou Silvério. Estar armado em uma sessão da Câmara Municipal sem justificativa e ainda para o policial reformado pode ser considerado “falta grave” e o caso será levado à corregedoria da polícia. O portal RC24H entrou em contato com o Secretário Geral da Câmara, Saulo Aguiar para saber porque ele permitiu a ocupação de vagas destinadas à jornalistas a quem não é da imprensa, mas não obteve retorno.

Segundo a assessoria de comunicação da Câmara, “Marcio Galo tem um blog on-line e fez o pedido de credenciamento em agosto, antes mesmo do período ser aberto para a imprensa”, mas esse Blog não tem cunho jornalístico, ao contrário é usado apenar pelo oposição como arma para atacar o governo, portanto sem nenhuma credibilidade na cidade. Em relação a entrada de pessoas armadas, a assessoria informou que “a Câmara possui seguranças na porta, mas não há revista. Por isso a presidência solicitou o apoio da Guarda Municipal e Polícia Militar”, e que ainda “não há como saber se alguém está armado, mas, mesmo se soubesse, também há a possibilidade de algumas terem o porte legal de armas, que poderia ser o caso dele, e não teria como haver o impedimento nesse sentido”. Até o fechamento dessa edição, Márcio Galo não havia se pronunciado sobre as acusações de ameaça.

NOTA INFORMATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL

Na tarde dessa quarta-feira (16/10), A Câmara Municipal de Arraial do Cabo emitiu uma “nota informativo” sobre o imbróglio envolvendo as denúncias do Portal RC24H.

“A Câmara Municipal de Arraial do Cabo informa para fins de esclarecimento, que diferente do que foi erroneamente noticiado por um veículo de comunicação da Região dos Lagos, no fim da tarde desta quarta-feira (16), que o Secretário-Geral da Câmara, Saulo Aguiar Vidal, não sofre nenhum tipo de acusação legítima.

O veículo em questão é quem acusa o servidor por não ter obtido a credencial para cobrir a sessão de ontem (15). Usando assim, de meios equivocados e antiéticos para depreciar a integridade do servidor ao citá-lo na notícia de forma leviana e falaciosa. Segundo o site, o Secretário teria manipulado as vagas destinadas à imprensa, porém, o fato não condiz com a verdade, visto que, no dia anterior a referida sessão, a Câmara enviou uma notificação para a mídia comunicando a necessidade dos interessados de confirmarem via e-mail a participação dos mesmos, pois, como é sabido pela maioria, o Legislativo não possui espaço físico suficiente para comportar um grande número de pessoas.

Contudo, o portal de notícias não entrou em contato em tempo hábil, por isso, não foi possível conceder a credencial de impressa, assim como para demais veículos que foram vetados devido à falta de inscrição de acordo com o prazo estipulado.

O presidente Thiago Felix (PSC) reforça ainda, que a Câmara preza pela transparência, ética e imparcialidade, sem diferir partidos ou cidadãos. Inclusive a assessoria do próprio prefeito, a quem os vereadores avaliaram as contas para aprovação ou reprovação, estava presente e devidamente credenciada na ocasião. A presidência aproveita para informar também, que, os casos de violência, desrespeito e depredação do patrimônio já estão sendo apurados”.