Criança de dez anos é socorrida pelo Siate após ser agredida em colégio estadual da RMC

0
48



De acordo com o socorrista Lima, do Corpo de Bombeiros, a vítima sofreu ferimentos na cabeça e reclama bastante de dores no peito. “Pelo que nos informaram, ela foi atingida com socos e chutes. Estamos encaminhando a vítima ao pronto-socorro, mas os ferimentos não são graves”, explicou.

No local, a Banda B tentou contato com a direção da escola, que apenas informou que as meninas teriam “picuinhas” em sala de aula. Apesar disso, nenhuma reclamação havia sido registrada na instituição. A direção também afirma que a confusão aconteceu do lado de fora da escola.

A Banda B entrou em contato com a Secretaria Estadual da Educação e aguarda retorno.

Segundo os bombeiros, a vítima foi encaminhada ao Hospital Evangélico de Curitiba. A Polícia Militar (PM) foi chamada para conter a confusão no local.

A Delegacia de Almirante Tamandaré investiga o caso e tenta encontrar as agressoras.