Conheça a história da surfista de Arraial que conquistou o ouro no Pan-Americano

0
78


Na chegada da disputa da prova de stand up nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, uma onda forte derrubou todas as surfistas que disputavam o ouro, na praia de Punta Rocas, nesta sexta-feira (02/08). Lena Guimarães foi mais rápida que todas, subiu na prancha e chegou antes. Para alegria de Kauai e Maui, filhos da brasileira que conquistou o primeiro ouro da história da modalidade. “Se tem uma pessoa que merece nesta vida é minha mãe. Todo dia ela acorda cedo para treinar, antes mesmo de irmos para escola”, contou Kauai, de 16 anos e que já surfa.

Dona Lucia Guimarães, mãe da vencedora, não aguentou de tanta alegria. “Sabíamos que seria medalha, mas ouro foi o melhor presente. Valeu muito a pena sair de Niterói e vir para cá” Nascida em Niterói, Lena mora há 15 anos em Arraial do Cabo, na região dos lagos, Rio de Janeiro. A surfista é o retrato da maioria das mulheres brasileiras: mãe, esposa, professora universitária e surfista profissional.

“Nossa vida é tão difícil, temos de cuidar de tantas coisas que nem sei explicar o quanto valeu a pena essa medalha. Comecei no stand up aos 30 anos e hoje ganhei da melhor do mundo”, comemorou a campeã. “Foram muitas festas da escola e momentos dos meninos que eu deixei de ir para estar aqui”, contou, emocionada. “Só uma mulher é capaz de viver tudo isso e ser vitoriosa em tudo”, afirmou Américo Pinheiro, treinador e marido de Lena. A brasileira chegou a jogar handebol, mas parou porque não tinha altura. Quando conheceu Américo, ele trabalhava com surfe e a convenceu a entrar nesse mundo. Deu certo! “Devo muito da minha carreira ao meu marido. Ele me fez acreditar que seria possível. Me ajudou a vencer os meu medos”.