Assaltantes trocam tiros com escolta e invadem ônibus de turismo na BR-116; um vigilante morreu

0
115



Os criminosos teriam usado três veículos para realizar o assalto e aguardaram a chega dos ônibus em um canteiro central na pista sentido Curitiba para iniciar a ação. “Um veículo estaria parado no sentido Curitiba, no canteiro central esperando o ônibus passar. Assim que o ônibus passou, eles abordaram a escolta e começou a troca de tiros. Um dos veículos utilizados pelos assaltantes estava soldado com chapas de metal, exatamente para dificultar a ação dos vigilantes”, relatou o agente da PRF, Silva Ferreira.

Marcos Carvalho, motorista de um dos ônibus, conta que todos seguiam viagem normalmente quando ouviram os barulhos de tiros. “A gente não sabia que eram tiros, achei que tinha soltado uma peça de algum carro e acertado a gente, mas olhei para o lado e vi um carro com eles fortemente armados. Começaram a meter bala e trocar tiros com a escolta, logo subiram no ônibus tocando o terror nos passageiros”, relatou Carvalho que acredita terem sido em torno de oito assaltantes.

“Eles falavam ‘cadê os malotes? cadê os malotes?’ e estavam com máscaras, alguns tiraram na hora, e eram uns oito”, afirmou o motorista. Os ônibus haviam saído do município de Pelotas (RS) com destino à cidade de São Paulo (Brás) para fazer compras.

A comerciante Josiane Viana explica que escolheu a companhia de ônibus para viajar por conta da segurança das escoltas, mas que dessa vez nem mesmo a equipe de vigilantes foi capaz de evitar o assalto. “Há um ano, escolhi essa agência para viajar porque eles proporcionam uma segurança com a escolta, mas dessa vez não foi o suficiente. Quando a gente viu, eles já estavam dentro do ônibus querendo dinheiro, dizendo que se não passássemos iriam nos matar, agrediram um passageiro inclusive. Foi uma noite de terror para nós”, disse a passageira.

Durante a ação dos criminosos, quantias em dinheiro e pertences dos passageiros foram levados. Não houve presos até o momento.

De acordo com testemunhas no local, a vítima fatal teria recebido tiros na barrida e foi encaminhado para o hospital, já o outro ferido levou um tiro na perna.

O atendimento médico da concessionária responsável pela via foi acionado. Equipes da PRF dirigiram-se para o local e equipes do BOPE também foram acionadas para dar apoio à ocorrência.