Arraial do Cabo segue prestando assistência às famílias após operação do INEA e do MP

0
55


A Prefeitura de Arraial do Cabo, através da Secretaria de Assistência Social, acompanha desde quinta-feira (15/08) o desdobramento da operação realizada pelo Ministério Público e pelo INEA, que realizou a derrubada de 147 casas em área de invasão, prestando apoio às famílias envolvidas. Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (16/08), as equipes da Assistência Social retornaram ao local para nova abordagem, tendo em vista que ainda têm famílias ali. Equipes de psicólogos e assistentes sociais prestam atendimento, conversando com as famílias para que aceitem a realizar o cadastro junto à Prefeitura.

Na quinta-feira, apenas 22 aceitaram a fazer a ficha, porém algumas não quiseram informar de onde vieram. Algumas famílias já foram levadas para casas de amigos e parentes através dos veículos cedidos pela prefeitura. Nenhuma aceitou a realizar inscrição no Cadastro Único. Carros oficiais, uma van e um ônibus seguem à disposição. Além disso, um caminhão de mudança ficou à disposição até às 23h da quinta-feira auxiliando quem precisava retirar móveis e objetos pessoais. A Assistência Social também providencia alimentação para os que se mantém no local. Somente nessa quinta 200 quentinhas foram entregues.

De acordo com o relatório do primeiro dia de atendimento, grande parte das famílias desalojadas são de fora do município. Dentre as cadastradas, cinco são de fora do Estado do Rio de Janeiro. Como o município faz parte da categoria pequeno porte II, da codificação do Ministério de Desenvolvimento Social, não possui abrigo municipal. A Prefeitura tentou contato com todos os abrigos de municípios vizinhos, incluindo casas de passagem, porém foram informados que não há vagas. Uma solicitação também foi encaminhada ao Estado e a Assistência Social segue aguardando resposta e procurando alternativas.