Após 5 dias na UTI, morre guarda municipal baleado em troca de tiros na RMC

0
33


A morte do GM causou comoção nas redes sociais, que estão cheias de mensagens de apoio aos colegas e familiares de Stempinhak. Na ocorrência, o suspeito que atirou contra o agente também acabou baleado e morreu no local.

Abordagem

De acordo com a comandante Hilda, da Guarda Municipal (GM), as equipes estavam em patrulhamento quando avistaram um Gol em atitude suspeita e decidiram realizar o acompanhamento. “O motorista do veículo atirou contra a equipe desde antes dele capotar, pois estava em alta velocidade, e mesmo após o acidente continuou atirando de dentro do carro. Por essa razão, os agentes não tinham uma visão precisa dele e um dos guardas municipais acabou sendo atingido por um tiro na cabeça”, contou a comandante.

Na sequência, o suspeito também foi atingido pelos tiros e morreu.

O perito Jerry explica que o suspeito foi atingido por três tiros e que o veículo conduzido por ele também sofreu com diversos outros disparos. “Foram encontrados no corpo dele três disparos frontais na região do peito e da barriga. No veículo existem marcas de diversos disparos frontais que acertaram o capô, o para-brisa e até o teto do carro”, relatou o perito.

Foram apreendidas duas armas de fogo com o suspeito, uma pistola 380 e um revólver calibre .32.