Adolescente é abusada por funcionário público dentro de ônibus no centro de Curitiba

0
114



De acordo com o Guarda Municipal Jeller, o abuso cessou apenas depois que a menina levantou, foi para longe do homem e ligou para o namorado que fez a denúncia via 153. “A gente recebeu a denúncia via 153 do namorado da vítima. Então nos deslocamos até o ponto final do coletivo, na Praça Tiradentes, onde aguardamos os dois descerem e interceptamos o suspeito. A vítima desceu chorando do ônibus e o suspeito foi encaminhado aqui para o Nucria”, contou Jeller.

Para a Guarda Municipal, o suspeito contou que passou a mão sem querer na perna da adolescente. “O homem é casado e tem uma filha de 17 anos, segundo ele. No momento da abordagem, ele falou que não tinha feito nada, mas depois a história mudou e falou que passou a mão na perna dela sem querer”, afirmou o agente da Guarda Municipal que ainda ressaltou a importância da representação contra casos como esse.

“O grande problema que a gente enfrenta nesses casos, é que as vítimas não tem coragem de representar e o abusador acaba ficando impune. Na hora, com o ônibus cheio, o melhor que ela faz é começar um escândalo para a população ajudar ela. E, claro, sempre fazer o boletim de ocorrência”, finalizou.

O suspeito, que é funcionário público, foi preso em flagrante pela Guarda Municipal e encaminhado ao Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes) e pode ser indiciado por importunação sexual, com pena de até 5 anos de prisão.