Vídeo mostra homem apontado como chefe do tráfico na Rocinha com cúmplices armados em baile funk

0
214

Um vídeo que circula em redes sociais mostra John Wallace da Silva Viana, o Johny Bravo, apontado pela polícia como o chefe do tráfico na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, num baile funk na comunidade. O evento, de acordo com moradores, ocorreu no último fim de semana. Os bandidos proibiram que fosse feito qualquer registro durante ele.

No vídeo, que tem 50 segundos, é possível ver pelo menos 20 homens armados. Crianças andam no meio deles. Johny Bravo aparece sem camisa no meio dos bandidos. Eles caminham pelo meio da rua, fechada para a circulação de veículos.

De acordo com a Polícia Civil, a delegacia da Rocinha tem conhecimento sobre o vídeo. “A 11ª DP (Rocinha) investiga constantemente a ação da facção criminosa que comanda o tráfico de drogas na Rocinha. O setor de Inteligência da delegacia acompanha as informações que circulam em redes sociais, que contribuem para as investigações em curso”, informou a corporação em nota.

Viagens para o exterior e fuga para a Suíça

O Portal dos Procurados oferece uma recompensa de mil reais por pistas que levem à prisão de Johny Bravo. Um perfil dele no site do portal informa que Johny assumiu o controle da parte baixa da Rocinha após uma invasão na comunidade, feita a mando de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, preso num presídio federal.

Ainda segundo o Portal dos Procurados, em 2014 circulou uma informação de que Johny Bravo teria saído do Brasil e fugido para a Suíça por desavenças com sua quadrilha. Essa não teria sido sua única viagem internacional: Johny, que fala inglês viajaria frequentemente para o exterior.

O cartaz que pede pistas sobre Johny Bravo Foto: Reprodução

O Portal dos Procurados pede que quem tiver qualquer informação a respeito da localização do suspeito entre em contato pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram: (21 98849-6099); Central de Atendimento do Disque Denúncia (21 2253-1177); Facebook/Inbox: https://www.facebook.com/procurados.org/; e aplicativo do Disque Denúncia RJ.

Apoio em invasão ao São Carlos

De acordo com a Polícia Civil, bandidos da Rocinha apoiaram uma invasão ocorrida no Complexo de São Carlos, na região central do Rio, no final de agosto deste ano. Na ocasião, uma mulher foi morta por uma bala perdida. A atendente Ana Cristina da Silva, de 25 anos, protegia o filho quando e acabou sendo atingida.


Fonte: Fonte: Jornal Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui