Vereadora de Curitiba pode ser expulsa do PSD após prisão em investigação sobre ‘rachadinha’

0
18

A Executiva Municipal de Curitiba do PSD (Partido Social Democrático) reúne-se na próxima segunda-feira (3) para analisar pedido de expulsão da vereadora Fabiane Rosa. Ela foi presa preventivamente, no início desta semana, suspeita de um esquema de ‘rachadinha’ – quando o político recebe parte do salário do seus funcionários comissionados. As informações são do blog Aroldo Murá.

Vereadora Fabiane Rosa – Foto CMC

Na ação de segunda-feira (27), a parlamentar foi levada para a sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), bairro Ahú, após cumprimento de mandados de busca e apreensão no gabinete dela, na Câmara Municipal, no Centro De Curitiba. Após ser ouvida, foi transferida para a Penitenciária Feminina de Piraquara, onde está detida.

Sindicância

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) abriu sindicância para apurar o caso envolvendo a vereadora. A Mesa diretora da CMC requereu ao Corregedor “a instauração de sindicância, a fim de promover investigação interna, de natureza inquisitorial, para apurar os fatos, supostamente ilícitos, que envolvam a vereadora citada”.

O documento é assinado pelo presidente Sabino Picolo (DEM), pelos vice-presidentes Tito Zeglin (PDT) e Dr. Wolmir Aguiar (Republicanos) e pelos secretários Colpani (PSB), Professor Euler (PSD), Noemia Rocha (MDB) e Maria Letícia (PV).

Para mais informações, acesse o blog Aroldo Murá clicando aqui.

Publicado primeiro em Banda B » Vereadora de Curitiba pode ser expulsa do PSD após prisão em investigação sobre ‘rachadinha’


Fonte: Banda B

Deixe uma resposta