Tabacaria na RMC é furtada após ter sido alvo de criminosos por três vezes apenas neste ano; dono cogita vender lojas

0
17


O dono de uma tabacaria localizada no Jardim Osasco, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, fez um desabafo após seu estabelecimento sofrer um furto nesta quinta-feira (13). De acordo com ele, o comércio já foi alvo de três assaltos no ano de 2021. Um vídeo registrado por uma câmera de segurança flagrou o último furto.

A Banda B teve acesso às imagens que mostram uma mulher conversando com uma funcionária da tabacaria e analisando alguns produtos como narguilés e bebidas para supostamente comprar.

“Ela pediu para ver os produtos, escolheu e pediu para minha funcionária se poderia mostrá-los a uma pessoa que estava dentro do carro. A funcionária, na inocência, liberou e a mulher não voltou mais”, descreveu o proprietário da loja, Vinícius Heua.

De acordo com Heua, a mulher não se sentiu acuada apesar das diversas câmeras de segurança instaladas no local. “O caso chamou muita atenção. Há muitas câmeras na loja e ela não se importou. Foi bem cara de pau”, classificou a atitude da criminosa.

Ainda, os crimes registrados pela tabacaria teriam acontecido nos dois primeiros meses do ano. “Já fomos roubado três vezes. Uma em janeiro e duas em fevereiro”, afirmou à Banda B.

Vinícius se disse revoltado e desabafou que cogita vender os comércios: “Temos três lojas e íamos inaugurar outras duas, mas repenso seriamente em vender todas e ir embora”, lamentou.

Outro crime

O primeiro roubo sofrido pela tabacaria neste ano, em janeiro, foi noticiado pela Banda B. Na ocasião, que aconteceu em uma terça-feira (12), um casal armado assaltou o comércio e teve toda a ação registrada por câmeras de segurança.

Os suspeitos roubaram inclusive a bandeja do caixa com dinheiro. “Em novembro [do ano passado], já tinham entrado e levado o dinheiro do caixa. Nessa primeira vez, nosso HD não estava gravando e não tivemos imagens. Agora, a ação foi filmada. Tudo indica que sejam os mesmos da primeira vez”, disse Heua à época.





Fonte: Banda B