Suspeito é morto por atiradores e disparos acabam atingindo dono de oficina na RMC

49

Um jovem, identificado como Adrian Lucas Castro, de 24 anos, morreu baleado por atiradores na noite desta segunda-feira (22), na rua Marginal Paraguay com a rua Huxley, na região de Rio Verde, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. O dono de uma oficina, onde a vítima teria entrado para se esconder, também acabou sendo atingido pelos disparos durante a confusão.

O tenente Maycon, do 22ª Batalhão da Polícia Militar (PM), conta que as primeiras informações indicam que três homens desceram de um veículo preto para efetuar os tiros. “Um veículo preto chegou com quatro rapazes, um deles ficou no carro e os outros três desceram para fazer a execução da cena. O dono da oficina ferido ainda tentou buscar socorro e foi contido por populares que acionaram o Samu”, disse o tenente.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

Ainda segundo Maycon, duas armas de fogo foram utilizadas no crime, provavelmente pistolas. O dono da oficina teria sido baleado na perna e não corre risco de morte.

Histórico

O investigador Luis Felipe, da Polícia Civil (PC), revela que o jovem morto já tinha um histórico de crimes. “Já com uma vida pregressa dedicada ao crime, respondendo por homicídio em Bocaiúva do Sul, além de ter sido réu em júri popular também por homicídio na mesma cidade recentemente”, afirmou ele.

Imagens do crime analisadas pela polícia mostrariam o carro preto estacionado e dando a ré quando o jovem é visualizado. Na sequência, Adrian corre para dentro da oficina. “Ele correu para um estabelecimento próximo e sofreu vários disparos. Foi azar do dono que levou três tiros”, detalhou o investigador.

Informações inciais repassadas à polícia indicam que o suspeito morto estava escondido na região, morava nas proximidades e estaria envolvido com o tráfico local.


Fonte: Banda B