Suspeito de matar policial na RMC se entrega, mas fica em silêncio durante depoimento

0
14


O principal suspeito de matar o policial militar Fernando Hortz a tiros durante uma festa em Cerro Azul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), se apresentou à delegacia nesta quarta-feira (4), mas decidiu ficar em silêncio durante o depoimento. O homem foi identificado nesta segunda (2) e se entregou quatro dias após o crime.

Segundo informou o delegado Mário Sérgio Bradock, da Delegacia de Bocaiúva do Sul, o suspeito se apresentou a uma delegacia de Piraquara, também na RMC. “Ele se entregou a polícia e estava na companhia de uma advogada. Ele já foi ouvido”, disse à Banda B.

Na segunda-feira (2), Bradock contou em entrevista à Banda B que o suspeito de ter atirado contra Hortz tem 21 anos e uma extensa ficha criminal. Ele era monitorado por uma tornozeleira eletrônica até o dia do crime.

Foto: Reprodução

Conforme relatou o delegado, a polícia disse ter “certeza que foi ele quem puxou o gatilho”. A Delegacia de Bocaiúva do Sul investiga se o suspeito estava acompanhado de outras duas pessoas no momento do crime.

O caso

Fernando Hortz, soldado do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), foi morto a tiros durante uma festa na zona rural de Cerro Azul, na RMC, no dia 31 de julho. O crime, segundo a polícia, aconteceu a cerca de 30 km da região central do município.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o caso, um amigo da vítima teria o convidado para ir até uma festa de aniversário com familiares. Após esta comemoração, o soldado e o amigo decidiram ir até um baile, onde ocorreu a confusão e o crime.

Três pessoas teriam avançado contra Hortz e o agredido. Na sequência, o trio teria tomado a arma do policial e disparado contra ele. A vítima foi ferida na região do tórax e no pé direito.

Fernando teria morrido a caminho do hospital. O amigo dele também ficou ferido e está fora de perigo.

Os criminosos fugiram em um Volkswagen Gol de cor prata, com uma deformação na lataria do veículo, segundo o B.O.





Fonte: Banda B