Suspeito de ataque em Guarapuava morre em confronto com a polícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Um homem, de 29 anos, suspeito de participar da tentativa de assalto a uma empresa de valores de Guarapuava em 18 de abril, foi morto em um confronto com policiais militares, nesta segunda-feira (2), em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná.

Em nota, a Polícia Militar (PM) afirmou que alguns policiais “realizavam a verificação de um cumprimento de mandado judicial” quando, ao abordarem o suspeito, foram surpreendidos pelo homem, que estava armado. As informações são do Portal aRede, parceiro da Banda B.

“Durante a tentativa de abordagem, a equipe foi recebida por um masculino de 29 anos, que portava uma arma de fogo, vindo a dispará-la contra os militares, havendo então um confronto, no qual o cidadão foi alvejado. Foi acionado o socorro médico, porém o indivíduo não resistiu e veio a óbito”, informou a PM, em nota.

Foto: Marcio Lopes/aRede

Horas após a morte do suspeito, a polícia divulgou que ele é apontado pelo Departamento de Polícia Penal do Paraná como integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) — considerada uma das facções mais perigosas do Brasil.

Ele é suspeito de ter participado, junto de outros 33 criminosos, do ataque à empresa de transporte de valores, em Guarapuava, entre a noite de 17 de maio e madrugada de 18 de maio. Eles incendiaram dois caminhões para bloquear as saídas do 16.º Batalhão de Polícia Militar e atiraram contra uma unidade policial e uma viatura. Um policial morreu.

De acordo com os policiais, além de rádios transmissores, celulares, munição, dinheiro e drogas, uma grande quantia de armas foi apreendida durante a operação desta segunda (2).





Fonte: Banda B