‘Sempre lutei’, ao citar vício da filha em drogas

0
203


O pai de Ana Carla Dallacosta de Menezes, de 21 anos, identificada como a vítima que teve o corpo incendiado no bairro Rebouças, um mês após a ocorrência, se manifestou em um perfil pessoal que mantém nas redes sociais. (Assista ao vídeo no final)

Pai de jovem morta no Rebouças desabafa nas redes:
Ana Carla Dallacosta de Menezes.
Foto: Reprodução.

Bastante emocionado, Carlos Menezes agradece, por meio de um vídeo, pelas orações e apoio dado à família da jovem, enquanto ela ainda era considerada desaparecida.

Morador de Rolândia, ele disse que a dor é grande neste momento e que não deseja a nenhum pai e mãe o sentimento de perder uma filha. Ele também fala sobre as dificuldades que enfrentava em relação ao envolvimento dela com as drogas.

“Deus é testemunha que minha filha, onde estiver, que sempre lutei. Ninguém sabe a dor que é um filho se envolver com essa maldita droga.”

O pai de Ana Clara esteve em Curitiba para tomar as providências necessárias para o translado do corpo da filha, para sepultamento em Rolândia. “Tudo está sendo feito, vou trazer minha filha e vamos dar um enterro digno”, falou o pai no vídeo das redes sociais.

A jovem foi identificada pela arcada dentária, por meio de uma fotografia, afirma o delegado Tito Lívio Barichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com ele, o local onde o corpo de Ana Clara foi localizado é de uso e venda de drogas.

“Ela saiu de Rolândia, onde morava, segundo informações iniciais ela era viciada. Estava ali utilizando drogas.”

Segundo Barichello, as investigações ainda estão no início e, possivelmente, a polícia civil enfrentará dificuldades.

“No local não tem câmeras de segurança e não temos testemunhas. É um caso gravíssimo”, disse em entrevista para a Banda B. O delegado pede o apoio da população, caso tenha alguma informação que possa contribuir com a dissolução do caso.

A denúncia é anônima e pode ser feita pelo telefone 0800 643 1121.

Vídeo do desabafo do pai da jovem nas redes sociais





Fonte: Banda B