Rapaz que estaria preso injustamente é solto após 22 dias em Curitiba

0
12


Regeraldo Francisco Weber Carneiro vai poder voltar a trabalhar com a sua bicicleta, como fazia antes. Há 22 dias, ele foi autuado em flagrante no último dia 12 de junho, em Curitiba, suspeito de furtar um automóvel Corsa Wind e levar para a própria residência, no bairro Campo de Santana.

Advogado e Regeraldo ( a direita) . Foto: Colaboração

Com base em imagens da câmera de segurança de um vizinho do suspeito, o advogado Airton Adonsk Jr conseguiu a liberdade de Regeraldo. Alegação foi que o cliente dele já estava em casa no momento em que o veículo foi deixado em frente ao imóvel.

O trabalhador contou o pesadelo que passou nos dias que ficou preso.

Afetou muito meu psicológico, manchando minha imagem. Sempre corri atrás do pão de cada dia. Aquela cela é horrível, ainda mais pra você que não deve nada. Ali é o fundo do poço”, contou o rapaz

Naquele dia em que foi preso, Regeraldo voltava do trabalho no Ceasa, no Tatuquara, quando foi preso. Ele foi levado para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos após reconhecimento facial feito pela vítima.

“Conseguimos confirmar que não foi o Regeraldo quem cometeu, temos todos os vídeos e imagens, As imagens são claras. Não há como ele estar em dois lugares ao mesmo tempo. O Ministério Público pediu a liberdade dele”, disse o advogado dele Airton Adonsk Jr.

As imagens mostram das câmeras de segurança mostram que Regeraldo chegou em casa, de bicicleta, às 17h42 do dia 12 de junho. O roubo, segundo informações de Adonsk Jr, que constam no relatório da polícia, foi às 17h45.

O advogado espera agora absolvição do rapaz e disse que a intenção é que o Regeraldo tenha a imagem reparada.





Fonte: Banda B