Postos de Curitiba são fiscalizados por possíveis adulterações em combustíveis

0
12


Postos de Curitiba foram alvos de uma operação que busca investigar possíveis adulterações em combustíveis, na manhã desta quinta-feira (25). A operação foi feita pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes Contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon), em conjunto com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Postos combustíveis Curitiba fiscalização
Membros da Polícia Civil, da ANP e do Procon, realizaram a fiscalização na manhã desta quinta (25). Foto: Colaboração

O trabalho de fiscalização também contou com apoio do Procon-PR. Por sua vez, a avaliação do combustível é feita pela ANP, na ‘mesma hora’ das fiscalizações.

Segundo o delegado Cássio Conceição, da Delcon, a operação pôde ser realizada após diversas denúncias de condutores. Nos postos que comercializam o combustível adulterado é comum ver uma adição de etanol acima do que, normalmente, é indicado.

“Geralmente, a gente encontra a gasolina com um percentual de etanol acima do permitido. Há duas semanas, um posto foi flagrado com mais de 70% (etanol) na mistura. Já tem cerca de 25 dias que estamos realizando este trabalho de fiscalização”, destacou.

Além do combustível, de acordo com Delcon, os postos fiscalizados também oferecem produtos alimentícios vencidos para o consumo aos compradores.

Qualidade do combustível

Conceição aproveitou a entrevista para alertar os motoristas sobre a questão dos abastecimentos nos combustíveis. O delegado explica que é fundamental realizar a denúncia, caso você note algo de estranho no seu veículo.

Postos combustíveis Curitiba fiscalização
Membros da Polícia Civil, da ANP e do Procon, realizaram a fiscalização na manhã desta quinta (25). Foto: Colaboração

“Foi abastecer seu veículo e percebeu que ele começou a falhar. Você pediu uma quantidade de combustível, mas no tanque do veículo aparece ‘x’ e na bomba ‘y’. Estes são algumas situações que levam lesam o consumidor. Portanto, é importante fazer a denúncia, tanto pelo telefone ou na delegacia, presencialmente”, finalizou o delegado.

A Polícia Civil irá divulgar o balanço completo da operação nas próximas horas.



Fonte: Banda B