Polícia identifica suspeito de matar homem por motivo “insignificante”

0
6


O suspeito pela morte de Jeferson Ramos, no bairro Campo Comprido, ocorrido no dia 4 de outubro de 2011, em Curitiba, foi identificado pela Polícia Civil (PC) dez anos após o crime. Ele tem 25 anos e foi indiciado por homicídio qualificado pelo motivo fútil.

Foto: Djalma Malaquias/Banda B

O delegado Marcos Fontes disse em entrevista à Banda B, nesta terça-feira (26), que o crime chamou a atenção da população na época especialmente por conta da motivação que teria sido “insignificante”. O suspeito se quer conhecia a vítima e os amigos dela, mas não teria gostado da forma como eles olhavam pra ele.

“Você veja que é um motivo insignificante, simplesmente pela maneira de olhar para uma pessoa. Isso causou uma repulsa a ele, que se sentiu ofendido, mas isso não dá o direito de matar ninguém”, afirmou Fontes.

No dia do crime, Jeferson Ramos estava conversando com amigos na rua, quando o suspeito passou de carro pelo local e perguntou ao grupo porque eles estavam olhando para ele. Sem resposta, o indiciado teria retornado ao endereço mais tarde, estacionado o carro e disparado diversas vezes de forma aleatória contra o grupo de amigos. Ramos acabou sendo atingido, segundo a descrição do crime feita pelo delegado à reportagem.

Identificação

A identificação do suspeito foi possível apenas neste ano após a equipe da PC encontrar uma testemunha ocular do crime que descreveu todo o fato e indicou o autor dos tiros. Até então, haviam descrições do carro envolvido, mas nada do condutor.

“Ao ser interrogado agora, ele foi extremamente indelicado, para não dizer mal educado com nossos policiais. Em razão disso e de todos os elementos coletados pela investigação, ele demonstrou uma personalidade propensa ao crime, uma vez que já tem antecedentes criminais e está custodiado numa dependência prisional”, contou ainda o delegado.

O suspeito já cumpre pena por tráfico de drogas.





Fonte: Banda B